Anec eleva previsão de exportação de soja do Brasil, mas ainda vê queda em junho

Ueslei Marcelino/Reuters
Ueslei Marcelino/Reuters

Caso os números da Anec se confirmem, as exportações de soja fechariam o primeiro semestre com 61,8 milhões de toneladas,

A exportação de soja do Brasil deve alcançar 11,5 milhões de toneladas em junho, ante estimativa de até 11 milhões na semana passada, mas ainda assim os embarques ficariam abaixo das 11,9 milhões de toneladas registradas no mesmo mês do ano passado, apontou hoje (15) a Anec (Associação Nacional dos Exportadores de Cereais).

A estimativa de exportação de farelo de soja do Brasil também foi elevada, para 2,13 milhões de toneladas, de 1,96 milhão na semana anterior, com um forte aumento ante junho do ano passado (1,39 milhão de toneladas), conforme números da Anec baseados na programação dos navios, que ainda não registra projeções de despachos de milho brasileiro neste mês.

LEIA MAIS: Vendas de soja 2021/22 de Mato Grosso superam 30% da produção esperada, diz Imea

Caso os números da Anec se confirmem, as exportações de soja fechariam o primeiro semestre com 61,8 milhões de toneladas, ante 82,3 milhões de toneladas em todo o ano passado.

Na véspera, a Abiove (Associação Brasileira das Indústrias de Óleos Vegetais) elevou sua projeção de exportação da oleaginosa no ano para um recorde de 85,7 milhões de toneladas, em meio a um menor processamento interno e forte demanda externa. (Com Reuters)


Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).