Bunge anuncia retomada de moagem de trigo em Brasília

Pascal Rossignol/Reuters
Pascal Rossignol/Reuters

As atividades da Bunge no Moinho de Brasília estavam suspensas há cerca de três anos

A Bunge, maior compradora e processadora de trigo no Brasil, anunciou hoje (14) a retomada da operação de moagem no Moinho de Brasília, cujas atividades de processamento estavam suspensas há cerca de três anos.

Com capacidade para o processamento de 300 toneladas por dia, a unidade atenderá o mercado nacional produzindo farinha de trigo para panificação, indústrias, consumo final, além de farelo de trigo.

LEIA MAIS: Carne ou vegetal: regulação de plant based começa a ser discutida no governo

Inaugurado em 2000, o moinho operava apenas o CD (Centro de Distribuição) desde 2018, quando a moagem foi suspensa para estudos de adequação. Incluindo o CD, a unidade emprega agora mais de 60 funcionários.

“Com a moagem em Brasília, fortalecemos nossa posição de originação (compra) para aproveitar melhor a produção de trigo local e oferecemos estrutura de atendimento mais ágil e eficiente aos nossos clientes do Centro-Oeste e de alguns Estados do Norte do país, melhorando, assim, nossa competitividade”, disse Junior Justino, vice-presidente de Trigo e Derivados da Bunge, em nota.

A Bunge tem sete moinhos distribuídos pelo território brasileiro, processando mais de 1 milhão de toneladas por ano. A companhia também é líder no fornecimento de farinhas e pré-misturas para panificação e para a indústria.

Além do Distrito Federal, os produtos do Moinho de Brasília também atenderão aos Estados de Goiás, Mato Grosso, Acre, Rondônia e Tocantins. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).