Milho e soja recuam com clima nos EUA e ampla liquidação de commodities

Carlos Garcia Rawlins/Reuters
Carlos Garcia Rawlins/Reuters

Traders esperam que as chuvas tragam alívio para as áreas secas do cinturão do milho dos EUA

Os contratos futuros do milho e da soja recuaram bruscamente ontem (17), pressionados pelo cenário de chuvas e temperaturas mais amenas no cinturão de milho do meio-oeste, bem como pelo efeito de vendas generalizadas no setor de commodities, disseram analistas.

O trigo seguiu a tendência fraca, com pressão sazonal observada na colheita de trigo de inverno dos EUA.

LEIA TAMBÉM: JBS compra a terceira maior empresa de plant based da Europa

O milho para julho negociado em Chicago fechou em queda de 40 centavos no limite diário, para US$ 6,33 por bushel. Já a soja para julho fechou em queda de 118,75 centavos, para US$ 13,2975 por bushel. Enquanto a nova safra de soja para novembro caiu 90,50 centavos de dólar para US$ 12,5275, recuando abaixo do apoio psicológico na marca de US$ 13, pela primeira vez desde abril.

O trigo para julho recuou 23,75 centavos para US$ 6,39 por bushel, após despencar para US$ 6,3725, a mínima do contrato desde 14 de abril.

Em relação ao clima, os traders esperam que as chuvas tragam algum alívio para as áreas secas do cinturão do milho dos EUA nas próximas duas semanas, melhorando as perspectivas de produção.

“Quando o mercado parece chover, ele extrai o prêmio de acordo”, disse Dan Basse, presidente da AgResource Co em Chicago. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).