Ricardo Salles não é mais ministro do Meio Ambiente

Um dos mais próximos ministros do presidente Bolsonaro deixa o cargo depois de pedir demissão na tarde de hoje.

Redação
Compartilhe esta publicação:
Ueslei Marcelino/Reuters
Ueslei Marcelino/Reuters

Ricardo Salles pede demissão do ministério do Meio Ambiente em meio a investigações sobre sua conduta

Acessibilidade


O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, anunciou que pediu demissão do cargo, em meio a críticas sobre a política ambiental do país e investigações sobre sua conduta à frente da pasta. A exoneração foi publicada nesta quarta-feira (23) em edição extra do “Diário Oficial da União”.

Joaquim Álvaro Pereira Leite, que ocupava uma das secretarias do ministério, substituiu Salles por enquanto.

LEIA TAMBÉM: Sem glúten, Embrapa mostra que farinha de pinhão está pronta para a mesa do consumidor

Salles foi anunciado como ministro do governo Bolsonaro no dia 9 de dezembro de 2018 e era considerado figura da linha de frente e muito próximo do presidente. Durante todo esse tempo envolve-se em polêmicas com ambientalistas, sendo a de maior repercussão suas declarações durante uma reunião ministerial no dia 22 de abril de 2020, na qual Salles sugeriu a Bolsonaro que o governo aproveitasse a pandemia da Covid-19 para “ir passando a boiada”  e alterando regras ambientais.

O agora ex-ministro também é alvo de inquérito por, supostamente, interferir em investigações sobre apreensão de madeira com indícios de ilegalidade. A queixa foi apresentada pela Polícia Federal. (Com Reuters)

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: