"Vai melhorar para todo mundo", diz Mourão em 1ª reunião sobre Amazônia sem Salles

Ministrou do meio ambiente deixou o cargo na semana passada após ser alvo de dois inquéritos criminais no STF.

Redação
Compartilhe esta publicação:
Ueslei Marcelino/Reuters
Ueslei Marcelino/Reuters

“Nunca tive problema com o ministro Ricardo Salles, mas ele não aparecia”, afirma o vice-presidente Hamilton Mourão

Acessibilidade


Coordenador do Conselho Nacional da Amazônia, o vice-presidente Hamilton Mourão disse hoje (02) em sua primeira reunião do colegiado sem a presença do ex-ministro do Meio Ambiente Ricardo Salles que “vai melhorar para todo mundo”.

Mourão foi questionado se a participação do novo ministro da pasta, Joaquim Leite, melhoraria os trabalhos.

LEIA TAMBÉM: Vinhos catarinenses de altitude recebem registro de Indicação Geográfica

“Nunca tive problema com o ministro Ricardo Salles –mas ele não aparecia– mas é uma situação que eu já enfrentava. O ministro Joaquim tem outra forma de agir, obviamente, cada um tem sua maneira de agir. Temos um relacionamento tranquilo, vai melhorar pra todo mundo”, afirmou.

Salles deixou o cargo na semana passada após ser alvo de dois inquéritos criminais no STF (Supremo Tribunal Federal) sobre suspeita de favorecimento ilegal de madeireiros. O ex-ministro, que com a saída da pasta perdeu o a prerrogativa de foro junto ao STF, nega as acusações.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Mourão reconheceu que os dados divulgados na véspera pelo Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais), que apontaram em junho 2.308 focos de queimada –frente a uma média histórica de 2,7 mil–, não são bons.

“Não é um número bom. Mas, a realidade é a seguinte, são nove pontos de queimada efetiva. O foco de calor não é uma queimada. Uma mera fogueira é um foco de calor identificado pelo satélite”, disse. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: