Vendas de café 2021/22 do Brasil atingem 48% da produção esperada, diz Safras

O volume de vendas é superior ao verificado em igual período do ano anterior, de 40%.

Redação
Compartilhe esta publicação:
John W Banagan/Getty Images
John W Banagan/Getty Images

A comercialização do café arábica alcançou 48% da safra, acima da média para o período

Acessibilidade


A comercialização de café 2021/22 do Brasil, que está sendo colhido, atingiu 48% da produção esperada, avanço de oito pontos percentuais no comparativo mensal, estimou hoje (15) a consultoria Safras & Mercado com base em dados até terça-feira (13).

O volume de vendas é superior ao verificado em igual período do ano anterior, de 40%, e também está acima da média histórica de 33%.

LEIA MAIS: Exportação de café do Brasil bate recorde de 45,6 milhões sacas na safra 2020/21, diz Cecafé

Considerando uma safra potencial de 56,5 milhões de sacas nesta temporada, a consultoria estima que 26,99 milhões de sacas da produção estaria negociada.

Segundo o consultor de Safras & Mercado Gil Barabach é natural que o andamento da colheita e a maior oferta disponível resulte em uma melhora no ritmo de comercialização.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

“Os produtores continuam controlando o fluxo e administrando as posições, mas o simples fato de aparecer mais lotes à venda ajudou a dar um pouco mais de dinamismo à comercialização”, disse ele em nota.

A comercialização do café arábica alcançou 48% da safra, acima da média para o período, de 32%, e também superior ao percentual comprometido em igual período do ano passado, quando 42% havia sido vendido.

“As vendas só não foram mais intensas porque o produtor tirou um pouco o pé diante das dúvidas produtivas”, afirmou.

as vendas de conilon chegam a 47% da safra 2021/22, um salto de 13 pontos percentuais em relação a maio, ante 36% vendidos em igual período do ano passado e 34% na média histórica.

Barabach ressaltou que a procura da indústria doméstica, em particular de torrado/moído, ajudou a impulsionar os preços no mercado interno, acelerando o ritmo de comercialização.

2020/21

Ainda de acordo com a Safras & Mercado, as vendas de café da temporada 2020/21, encerrada no mês passado, chegou a 97% até o dia 8 de julho, ante 98% no mesmo período do ciclo anterior e média histórica de 97%.

Assim, estima-se que já foram comercializadas 67,29 milhões de sacas de 60 quilos, considerando a produção total de 69,6 milhões de sacas. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: