Cosan se associa a fundo climático dos EUA e busca startups

O fundo investe em soluções para descarbonizar o setor, responsável por cerca de 40% das emissões globais de carbono.

Redação
Compartilhe esta publicação:
Thithawat/GettyImages
Thithawat/GettyImages

O fundo investe em soluções para descarbonizar o setor, responsável por cerca de 40% das emissões globais de carbono

Acessibilidade


O conglomerado de energia e infraestrutura Cosan juntou-se como investidora e parceira do fundo Fifth Wall Climate Tech, com sede nos Estados Unidos, em um acordo que também dá acesso preferencial a investimentos em startups desenvolvendo soluções de baixo carbono.

A Cosan é uma das maiores empresas do Brasil, controlando a distribuidora de gás natural número um do país, Comgás, e é parceira da Shell na joint venture Raízen, a maior produtora de açúcar do mundo, uma das principais fabricantes de etanol e importante distribuidora de combustíveis do país.

LEIA MAIS: CNA entrega ao governo proposta dos produtores rurais para os debates na COP26

“Estamos olhando para o retorno do próprio fundo, como um investidor, mas o mais importante é ter exposição a empresas que estão transformando a forma que a sociedade vive”, explicou o presidente-executivo da Cosan, Luis Henrique Guimarães, à Reuters.

Fifth Wall é uma venture capital focada em tecnologia para o setor imobiliário. Seu fundo de tecnologia climática investe em soluções para descarbonizar o setor, que é responsável por cerca de 40% das emissões globais de carbono.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

As empresas não divulgaram o valor investido pela Cosan no fundo, que já arrecadou US$ 140 milhões e tem uma meta para chegar em US$ 500 milhões.

Entre outros investidores estão Acadia Realty Trust, Azora, BNP Paribas Real Estate, British Land, CBRE e Cushman & Wakefield. Guimarães disse que haverá encontros mensais com o Fifth Wall para discutir as oportunidades de investimento.

Ele disse que a empresa está interessada em tecnologias disruptivas na área de combustível, maior eficiência de energia, captura de carbono e armazenamento de energia.

“Vamos aprender à medida que avançamos, estamos começando pequenos, mas (investimentos) podem ser escaláveis”, disse ele.

O cofundador e CEO da Fifth Wall, Brendan Wallace, disse que a Cosan é a primeira investidora de seu fundo de tecnologia climática que vem do setor de energia, área que a empresa busca expandir. (com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: