Plantio de soja em Mato Grosso salta para 45% da área de 2021/22

Segundo o Imea, as regiões oeste e médio-norte são as mais adiantadas, com plantio superior à metade das áreas estimadas para o ciclo atual.

Redação
Compartilhe esta publicação:
Paulo Whitaker/Reuters
Paulo Whitaker/Reuters

Colheita de soja em Correntina, Bahia

Acessibilidade


O plantio de soja em Mato Grosso, maior produtor do grão no Brasil, atingiu 45,06% da área projetada até hoje (15), um salto de 24,75 pontos percentuais na comparação semanal, informou o Imea (Instituto Mato-Grossense de Economia Agropecuária) em relatório.

O Estado tem sido beneficiado na temporada 2021/22 por um clima mais chuvoso, contrário à seca vista no ciclo anterior quando, nesta época, os produtores haviam semeado somente 8,19% das lavouras.

Acompanhe em primeira mão o conteúdo do Forbes Money no Telegram

Os trabalhos também estão adiantados em relação à média histórica para o período, que é de 25,83%, mostraram os dados.

Segundo o Imea, as regiões oeste e médio-norte são as mais adiantadas, com plantio superior à metade das áreas estimadas para o ciclo atual. No oeste, a semeadura está em 58,58%, enquanto no médio-norte o percentual vai a 55,31%.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

O nordeste de Mato Grosso é a região com os trabalhos mais lentos, mas que ainda assim superam a média história, com 31,75%. (Com Reuters)

Compartilhe esta publicação: