Safra de soja do Brasil deve cair para 136,24 milhões de toneladas

A previsão para o país indica um leve recuo na comparação com as 136,75 milhões da temporada anterior.

Da Reuters
Compartilhe esta publicação:
Ueslei Marcelino/Reuters
Ueslei Marcelino/Reuters

A previsão para o país indica um leve recuo na comparação com as 136,75 milhões da temporada anterior

Acessibilidade


A safra de soja do Brasil em 2021/2022 deve alcançar 136,24 milhões de toneladas, com um corte de 9,4 milhões de toneladas na estimativa divulgada antes dos efeitos da seca no Sul do país, disse a consultoria Pátria Agronegócios hoje (11).

“Todos os Estados produtores da oleaginosa sofreram reduções de rendimento estimado (sem exceção) em relação à dezembro, com os cortes mais agressivos para a região Sul do Brasil. Somente na região Centro-Sul, os cortes foram de 7,32 milhões de toneladas”, disse o diretor da consultoria Matheus Pereira.

A previsão para o país indica um leve recuo na comparação com as 136,75 milhões da temporada anterior. A queda só não é maior porque houve um crescimento de área de 7,1%, segundo o analista.

Já a produção de milho na primeira safra 2021/2022 deve alcançar 23,77 milhões de tonelada, ante 28,09 milhões na previsão anterior, também menor em função da seca.

“O corte mais agressivo para o milho no Brasil está confinado ao Rio Grande do Sul, onde mais de 36% da produção já foi perdida –irrecuperável–, e os efeitos são diluídos ao longo de todo o restante da região Sul”, acrescentou o consultor.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

A preocupação agora recai para o Estado de Minas Gerais, que recebeu intensas precipitações nos últimos dias e poderá sofrer cortes de rendimento no próximo levantamento, comentou ele.

Compartilhe esta publicação: