Trigo na bolsa de Paris tem recuo histórico por causa da guerra na Ucrânia

O trigo para maio despencou abaixo do limite psicológico de R$1733,28 e fechou em queda de R$145,88, ou 8%, a R$1.674,05 a tonelada.

Reuters
Compartilhe esta publicação:
Shannon VanRaes/Reuters
Shannon VanRaes/Reuters

O trigo na Euronext caiu bruscamente hoje (25), um dia após os preços atingirem uma máxima recorde

Acessibilidade


O trigo na Euronext caiu bruscamente hoje (25), um dia após os preços atingirem uma máxima recorde, com os traders lidando com as possíveis consequências da invasão da Rússia à exportadora de grãos Ucrânia.

Na Euronext, o trigo para maio despencou abaixo do limite psicológico de R$1733,28 e fechou em queda de R$145,88, ou 8%, a R$1.674,05 a tonelada.

Ontem (24), o contrato chegou a subir até 16%, estabelecendo uma máxima histórica para o mercado sediado em Paris em R$1.974,49, antes de fechar em alta de 7%, a R$1.819,94.

A sessão de ontem também marcou um recorde de volumes diários nos futuros de trigo da Euronext, com 158.655 lotes negociados.

Os ganhos de ontem refletiram o pânico inicial com a ação militar da Rússia. A Euronext também atraiu volatilidade extra, pois não possui um limite de variação diária, ao contrário do trigo de Chicago, que foi restringido ao limite de R$2,56.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

VEJA TAMBÉM: Como a guerra entre Rússia e Ucrânia afeta a economia brasileira?

A reversão de hoje (25) refletiu a realização de lucros e um retorno dos investidores às ações, disseram operadores.

Além disso, hoje os contratos de trigo negociados em Chicago e no Kansas recuaram para o limite diário expandido de R$3,85.

Compartilhe esta publicação: