China suspende importação de carne de aves da unidade da BRF em Lucas do Rio Verde

A BRF disse que tomará as medidas cabíveis e trabalhará na reversão da situação com as autoridades chinesas e brasileiras.

Da Reuters
Compartilhe esta publicação:
Rodolfo Buhrer/Reuters
Rodolfo Buhrer/Reuters

Logo da BRF

Acessibilidade


A China suspendeu suas compras de carne de aves de uma unidade da BRF localizada em Lucas do Rio Verde (MT), uma das maiores fábricas da companhia.

A informação foi publicada pela Administração Geral de Alfândegas da China (GACC, na sigla em inglês) e confirmada pela companhia hoje (04).

“A BRF informa que teve ciência por meio do site do GACC a respeito da suspensão de sua unidade em Lucas do Rio Verde (MT)…”, disse.

A empresa disse ainda que não foi notificada oficialmente pelo Ministério da Agricultura brasileiro.

A BRF disse que tomará as medidas cabíveis e trabalhará na reversão da situação com as autoridades chinesas e brasileiras, ressaltando que possui rigorosos processos de segurança de alimentos e controles de qualidade.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

A planta suspensa já havia tido os embarques de carne suína embargados pela China em agosto do ano passado, suspensão que segue vigente até hoje, de acordo com a BRF.

Em janeiro, o mercado chinês –principal comprador de frango e suínos do Brasil– suspendeu as importações de dois outros frigoríficos brasileiros de frango.

Na ocasião, a Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA) disse que não esperava impactos significativos para as exportações brasileiras de carne de frango, uma vez que o país contava com pouco mais de 40 plantas habilitadas para exportar o produto ao país asiático.

Dados da entidade indicam que o Brasil embarcou 48,3 mil toneladas de frango para a China em janeiro, aumento de 4,6% em relação ao mesmo período do ano anterior, de um total de 349,1 mil toneladas enviadas pelo país ao mercado externo no mês.

Compartilhe esta publicação: