SovEcon corta previsão de exportação de trigo russo 21/22 em 800 mil toneladas

A invasão da Ucrânia pela Rússia levou ao fechamento de todo o Mar de Azov, a leste da península da Crimeia, para o transporte marítimo.

Reuters
Compartilhe esta publicação:
Vincent Mundy/Reuters
Vincent Mundy/Reuters

SovEcon corta previsão de exportação de trigo russo

Acessibilidade


A principal consultoria agrícola de Moscou, SovEcon, cortou ontem sua previsão para as exportações russas de trigo para o período de julho de 2021 a junho de 2022 em 800 mil toneladas, para 33,5 milhões de toneladas, informou a agência de notícias Interfax.

A SovEcon disse em comunicado que baseou sua última avaliação na suposição de que as operações militares ativas na região do Mar Negro diminuiriam o ritmo das exportações entre março e abril.

A invasão da Ucrânia pela Rússia levou ao fechamento de todo o Mar de Azov, a leste da península da Crimeia, para o transporte marítimo.

A SovEcon disse que as exportações no período de março a abril teriam que ser por via terrestre e chegariam a cerca de 1 milhão de toneladas por mês.

Em maio e junho, esperava-se que as exportações crescessem para mais de 2 milhões de toneladas por mês.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

A SovEcon afirmou que os terminais russos do Mar Negro estão funcionando, mas que os armadores ainda não estão prontos para enviar seus navios para a região. No entanto, traders russos voltaram a comprar trigo nos portos, disse a consultoria.

A SovEcon disse que a Rússia exportou 27,7 milhões de toneladas de trigo no período de julho a fevereiro.

Compartilhe esta publicação: