China planeja aprovar primeiro milho transgênico desenvolvido pela Syngenta

Empresa quer liderar mercado de alimentos geneticamente modificados no país.

Reuters
Compartilhe esta publicação:
Arnd Wiegmann/Reuters
Arnd Wiegmann/Reuters

A Syngenta busca tornar-se líder de mercado nos negócios de trangênicos da China

Acessibilidade


A China planeja aprovar pela primeira vez o milho transgênico desenvolvido pelo grupo Syngenta, disse o Ministério da Agricultura hoje (29).

As duas características transgênicas desenvolvidas pela gigante agroquímica, e a serem aprovadas, foram Bt11×MIR162×GA21 e Bt11×GA21, ambas tolerantes a insetos e herbicidas, afirmou o Ministério da Agricultura e Assuntos Rurais em nota publicada em seu site.

Leia mais: Máquinas autônomas entram no campo para acelerar resultados

A medida marca um grande avanço para a Syngenta, a terceira maior produtora mundial de sementes de propriedade da chinesa Sinochem Holdings, em sua busca para se tornar líder de mercado nos negócios de trangênicos da China.

A China também planeja aprovar uma variedade tolerante a herbicida desenvolvida pela Hangzhou Ruifeng Bio-Tech Co Ltd, e outro produto de milho de propriedade do Grupo Nacional de Sementes da China, uma unidade do grupo Syngenta, disse o comunicado.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Pequim já deu aprovação de biossegurança para algumas outras características domésticas de milho transgênico e propôs uma revisão das regras de sementes do país, com objetivo de abrir caminho para aprovações de culturas transgênicas como parte de um esforço para se preparar para o cultivo comercial do grão.

A Syngenta pretende levantar cerca de 10 bilhões de dólares de uma oferta pública inicial (IPO, na sigla em inglês) na China prevista para este ano.

Compartilhe esta publicação: