Exportação do agronegócio do Brasil tem recorde para mês de abril com alta de preços

A cifra representa alta de 14,9% em relação a abril de 2021 e ocorre apesar de um recuo nos volumes de soja em grão

Reuters
Compartilhe esta publicação:
Roosevelt Cassio/Reuters
Roosevelt Cassio/Reuters

Produção de café em Minas Gerais

Acessibilidade


As exportações do agronegócio do Brasil totalizaram 14,86 bilhões de dólares em abril, valor recorde para o mês, impulsionado principalmente pela alta nos preços de soja, café, frango e carne bovina, disse o Ministério da Agricultura em nota hoje (20).

A cifra representa alta de 14,9% em relação a abril de 2021 e ocorre apesar de um recuo nos volumes de soja em grão, o principal produto da pauta de exportação do Brasil, que sofreu com uma severa quebra na safra da oleaginosa.

Considerando todos os produtos, a elevação dos preços dos alimentos no mercado internacional também explica o incremento no valor das exportações, mesmo após queda no volume embarcado (-13,2%), segundo levantamento da Secretaria de Comércio de Relações Internacionais do ministério.

O complexo soja (grãos, farelo e óleo) teve vendas de 8,09 bilhões de dólares em abril, influenciadas principalmente pela expansão dos preços médios de exportação, que subiram 41,4% em relação a 2021.

Sozinha, a exportação de soja em grão somou 6,73 bilhões de dólares em abril de 2022 (+1%), com os preços mais do que compensando a acentuada redução do volume exportado, de 16,1 milhões de toneladas no mesmo mês de 2021 para 11,5 milhões de toneladas em 2022 (-28,8%).

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

As exportações de farelo de soja aumentaram para 939,97 milhões de dólares em 2022 (+49,1%) –a quantidade exportada aumentou para 1,72 milhão de toneladas (+23,7%), enquanto o preço médio de exportação subiu 20,5%.

Ainda no setor de soja, as exportações de óleo subiram para 415,71 milhões de dólares em abril (+81,3%), com alta de 24,6% no volume, alcançando 260,2 mil toneladas.

As vendas externas de carnes alcançaram 2,15 bilhões de dólares em abril, alta de 36,9%.

As exportações de carne bovina registraram o valor recorde de 1,10 bilhão de dólares em abril (+56,2%), segundo o ministério, que citou expansão do volume exportado (+22,1%) e do preço médio de exportação (+27,9%), com forte demanda da China e dos Estados Unidos.

Nas exportações de carne de frango, o valor alcançado também foi recorde para toda a série histórica, com 802,80 milhões de dólares (+34,3%). A quantidade exportada de carne de frango subiu 5,6%, enquanto o preço médio de exportação avançou 27,2%.

O setor cafeeiro exportou 734,16 milhões, valor 43,5% acima de abril de 2021. De acordo com a análise, o fator preço é preponderante para a elevação desse valor.

As exportações recordes ocorreram em função do incremento de 82,7% no preço médio, pois a quantidade exportada caiu 20%.

Compartilhe esta publicação: