Agtech que liga produtores a restaurantes e varejistas levanta R$ 40 milhões

Grupo que criou a Clicampo no ano passado atraiu investidores em rodada liderada pelos fundos Valor Capital Group e Maya Capital

Redação
Compartilhe esta publicação:
_Carina König_EyeEm_Gettyimages
_Carina König_EyeEm_Gettyimages

Pequenos produtores de legumes, verduras e frutas podem usar o canal direto com a ponta do consumo

Acessibilidade


Como conectar produtores rurais às demandas de restaurantes e varejistas nas cidades foi o mote que levou à criação da agtech Clicampo, no ano passado. Com a abertura de captação de recursos, a startup acaba de anunciar o resultado de uma rodada de investimento que totalizou R$ 40 milhões. Ela foi co-liderada pelos fundos Valor Capital Group e Maya Capital, com apoio de investidores-anjo como Marcelo Abritta (Buser), Rafael Costa (Founder Across Capital, ex-Vulcan Capital), Luis Cascão (Truepay), além dos times fundadores da Agrolend e Pier, entre outros.

“Após um ano de testes de mercado, esse investimento vem para consolidar nossa proposta de valor e provar que a agricultura nacional de pequeno porte tem um grande potencial rentável para todas as etapas da cadeia, especialmente para as famílias produtoras locais”, afirma Victor Bernardino, CEO e um dos fundadores da Clicampo. “Vamos investir fortemente na sustentação dessa tese, desenvolvendo tecnologias para a plataforma.”

LEIA TAMBÉM: Lista da Forbes reúne 20 mulheres inovadoras nas agtechs

O novo capital será usado para expandir e fortalecer as comunidades de agricultores rurais e procurar por novos interessados na outra ponta da cadeia, como pequenos varejistas, grandes cadeias de restaurantes e startups de e-groceries.

Além de Bernardino, fazem parte do grupo fundador José Miguel Noblecilla (ex-Wildlife Studios), que também atua como CTO; Bruno Mengatti (ex-Wildlife Studios e Uber), na área de operações, mais Luiza Batista e Yuri Janotti (ex-Rappi), ela no marketing e vendas e ele como líder de produto. Monica Saggioro, sócia da MAYA Capital, diz que o investimento é uma aposta no time, mas vai além. “Conhecemos a dor resultante da fragmentação do mercado de frutas, verduras e legumes pela nossa experiência anterior no mercado de restaurantes”, afirma. “Encontrar fornecedores com o padrão de qualidade requerido e com processo de entrega eficiente é uma grande dificuldade desse setor.” Monica já foi passou pelo Restaurant Brands International como head de operações do Burger King para a América Latina.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Atualmente, a Clicampo atua na região de Brumadinho (MG), onde ajuda trabalhadores impactados pela queda da barragem em 2019. Na parceria com o projeto Superação Brumadinho, a startup fez a ponte logística para comercializar os produtos da região com os clientes da plataforma online. A ação conduzida pelo Sistema Faemg/Senar/Inaes (Federação de Agricultura e Pecuária de Minas Gerais) e o sindicato rural junto aos agricultores locais, mais o NovoAgro. A expectativa é trazer para o sistema até 300 pequenos produtores afetados pelo desastre, com estimativa de crescimento de até 40% nas rendas das famílias.

“A Clicampo também representa uma missão de desenvolvimento econômico e social que acreditamos, e o envolvimento em comunidades como Brumadinho só reforçam os valores do fundador e de todo o time”, diz Michael Nicklas, sócio do Valor Capital Group. Nicklas se refere à história de Bernardino. O negócio do pai, que o apoiou e trabalhou diretamente na fundação da agtech, cresceu por meio da agricultura familiar local, enquanto a mãe trabalhou no segmento de restaurantes por 27 anos. Daí, a ideia de apostar em um projeto para levar gestão às cadeias produtivas de alimentos.

Além desse projeto de Brumadino, quitandas e restaurantes também já são atendidos pela plataforma em três cidades da região. A meta da startup para este ano é chegar a cinco cidades e comercializar cerca de 3.000 toneladas de alimentos frescos por mês.

>> Inscreva-se ou indique alguém para a seleção Under 30 de 2022

Compartilhe esta publicação: