Anec reduz projeções de exportações de milho, soja e farelo do Brasil em junho

O Brasil praticamente não exportou milho no mesmo mês do ano passado, segundo a associação.

Reuters
Compartilhe esta publicação:
Getty Images
Getty Images

Trator após colheita de soja

Acessibilidade


A Associação Nacional dos Exportadores de Cereais (Anec) reduziu nesta terça-feira suas projeções de embarques de soja, milho e farelo de soja do Brasil em junho, na comparação com estimativas da semana passada.

A exportação de soja do país foi estimada em 10,154 milhões de toneladas, versus 10,795 milhões na semana anterior. Se confirmada a previsão, os embarques devem ficar praticamente estáveis na comparação anual.

No caso da exportação de farelo de soja, a projeção foi revisada para 2,2 milhões de toneladas, versus 2,27 milhões na semana anterior. Ainda assim, se confirmada a projeção, o embarque deve crescer 370 mil toneladas na comparação com junho de 2021.

A Anec vê a exportação de milho atingindo 1,683 milhão de toneladas em junho, ante 1,758 milhão uma semana atrás. O Brasil praticamente não exportou milho no mesmo mês do ano passado, com embarques somando cerca de 90 mil toneladas, segundo a Anec.

>> Inscreva-se ou indique alguém para a seleção Under 30 de 2022

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.
Compartilhe esta publicação: