Exportações de grãos da Argentina chegam a US$ 4,2 bilhões em maio

Em base mensal, as exportações do setor aumentaram 33%

Reuters
Compartilhe esta publicação:
Getty Images
Getty Images

As exportações de grãos foram afetadas pelos fortes movimentos do mercado internacional

Acessibilidade


A indústria de grãos da Argentina vendeu US$ 4,2 bilhões (R$ 20 bilhões) em maio, o melhor mês da série histórica, disse a CIARA (câmara argentina de óleos) e o CEC (Centro de Exportadores de Cereais) em relatório hoje (1).

Em base mensal, as exportações do setor aumentaram 33% e a receita cambial do país totalizou US$ 15,3 bilhões (R$ 73 bilhões) com os embarques dos primeiros cinco meses do ano, segundo o relatório.

Em nota, as instituições disseram que as exportações de grãos foram afetadas pelos fortes movimentos do mercado internacional, limites estabelecidos pelo governo e por uma “enorme capacidade ociosa” da indústria de processamento de soja.

O farelo de soja é o principal produto embarcado pelo país, representando 14,2% do total. Trata-se de um subproduto gerado por este complexo agroindustrial, que atualmente possui alta capacidade ociosa próxima a 50%.

O complexo de oleaginosas, incluindo biodiesel e seus derivados, respondeu por 48% do total das exportações argentinas no ano passado.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.
Compartilhe esta publicação: