Rússia remove cotas de exportação para alguns fertilizantes, diz Interfax

O governo estabeleceu cotas para as exportações de julho a dezembro, a fim de garantir suprimento suficiente para os agricultores domésticos

Reuters
Compartilhe esta publicação:
Adriano Machado/Reuters
Adriano Machado/Reuters

Agricultor mostra fertilizante antes de aplicação

Acessibilidade


O governo russo removeu as cotas de exportação de alguns fertilizantes, disse a agência de notícias Interfax hoje (2).

A extensão da cota não tarifária para fosfato diamônico (DAP), nitrato de sódio e misturas de nitrato de cálcio e nitrato de amônio foi considerada impraticável devido à baixa demanda de agricultores domésticos, disse a agência, citando o Ministério da Indústria e Comércio da Rússia.

Leia mais: Rússia planeja elevar cota de exportação de óleo de girassol em 400 mil toneladas até agosto

A Rússia estabeleceu cotas para as exportações de fertilizantes de julho a dezembro, dizendo em comunicado na última terça-feira que visa garantir suprimento suficiente para os agricultores domésticos.

As restrições estendem as medidas introduzidas nos últimos seis meses.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.
Compartilhe esta publicação: