Soja negociada em Chicago atinge preço mais alto em uma década

Contratos futuros respondem a sinais de boa demanda de exportação por suprimentos dos EUA

Reuters
Compartilhe esta publicação:
Getty Images
Getty Images

As exportações de grãos como soja e milho foram afetadas pelos fortes movimentos do mercado internacional. 

Acessibilidade


Os contratos futuros de soja negociados em Chicago subiram mais de 2% hoje (9), para o maior nível em quase uma década, com sinais de boa demanda de exportação por suprimentos dos EUA, disseram traders.

Os futuros de milho também subiram, com a força do mercado à vista diante de situação de oferta apertada. O trigo recuava com a melhora do clima para as safras dos EUA e da Europa no período que antecedeu a colheita de verão.

Acompanhe em primeira mão o conteúdo do Forbes Money no Telegram

O Departamento de Agricultura dos EUA (USDA, na sigla em inglês) disse que as vendas semanais de exportação de soja da safra anterior totalizaram 429.900 toneladas, um aumento de 41% em relação à média das quatro semanas anteriores.

“Tudo o que vendemos está acima e além do que é necessário (para atender à previsão anual)”, disse Mark Schultz, analista-chefe da Northstar Commodity .”

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

O USDA também disse na manhã de quinta-feira que exportadores privados dos EUA relataram uma venda de 143.000 toneladas de soja para destinos desconhecidos.

Os futuros de soja para julho subiam mais de 36 centavos, a US$ 17,7675 por bushel, por volta das 13h (horário de Brasília). Os preços atingiram o pico de US$ 17,815, o mais alto em uma base contínua para o contrato mais ativo desde 4 de setembro de 2012 e perto da máxima histórica de US$ 17,89 .

O milho subia 14 centavos, a US$ 7,8125 por bushel, a caminho de seu quarto dia consecutivo de ganhos.

Preocupações com o clima quente e seco que estressam a safra de milho recentemente semeada nas principais áreas de cultivo do Meio-Oeste dos EUA durante seus estágios iniciais de desenvolvimento adicionaram suporte ao milho.

O trigo recuava 5 centavos, a US$ 10,7025 por bushel.

Os comerciantes de grãos estavam ajustando as posições antes das previsões mensais da safra mundial do USDA amanhã (10), o que fornecerá uma avaliação adicional do impacto da guerra na Ucrânia.

>> Inscreva-se ou indique alguém para a seleção Under 30 de 2022

Compartilhe esta publicação: