Exportação de soja do Brasil perde ritmo na 4ª semana de julho

Para o milho, média diária de embarques quase dobrou

Reuters
Compartilhe esta publicação:
Agência Brasil
Agência Brasil

Segundo dados da Secex, exportação de soja desacelerou na última semana

Acessibilidade


As exportações brasileiras de soja perderam ritmo na semana passada, com a média diária de embarques baixando para 391,13 mil toneladas até a quarta semana do mês, contra 456,8 mil toneladas ao dia registradas até a terceira semana, mostraram dados da Secex (Secretaria de Comércio Exterior) hoje (25).

A nova média diária também passou a ficar abaixo das 394 mil toneladas por dia vistas em julho do ano passado. Nesta temporada, a disponibilidade de grãos para embarque é menor, devido à quebra de safra ocorrida no último verão.

Leia mais: Frigorífico corre para operações totais com energia limpa

Para o milho, por outro lado, uma safra cheia fez com que a média diária de embarques quase dobrasse para 179,4 mil toneladas até a quarta semana do mês –até semana anterior, a média de exportação de milho era de 174,6 mil toneladas/dia.

Com isso, o Brasil já acumula 2,87 milhões de toneladas exportadas do cereal, volume que supera o montante de 1,99 milhão embarcado em todo o mês de julho de 2021.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.
Compartilhe esta publicação: