Exportações de grãos da Ucrânia caíram 39,5%

Os dados mostraram que as exportações em julho incluíram 766 mil toneladas de milho, 222 mil toneladas de trigo e 88 mil toneladas de cevada

Reuters
Compartilhe esta publicação:
REUTERS/Igor Tkachenko
REUTERS/Igor Tkachenko

Caminhão descarrega cevada

Acessibilidade


As exportações de grãos da Ucrânia caíram 39,5% nos primeiros 24 dias de julho, o primeiro mês da temporada 2022/23, na comparação anual, para 1,08 milhão de toneladas, informou o Ministério da Agricultura ucraniano nesta segunda-feira.

Os embarques da temporada 2021/22 que termina em 30 de junho aumentaram 8,5%, para 48,5 milhões de toneladas, impulsionadas por fortes volumes enviados antes de a Rússia invadir a Ucrânia em 24 de fevereiro.

As exportações de grãos da Ucrânia recuaram desde o início da guerra porque seus portos do Mar Negro, uma rota importante para embarques, foram em grande parte fechados, elevando os preços globais dos alimentos e provocando temores de escassez na África e no Oriente Médio.

Os dados do ministério ucraniano mostraram que as exportações em julho incluíram 766.000 toneladas de milho, 222.000 toneladas de trigo e 88.000 toneladas de cevada.

O governo disse que a Ucrânia poderia colher pelo menos 50 milhões de toneladas de grãos este ano, em comparação com um recorde de 86 milhões de toneladas em 2021, por causa da perda de terras para as forças russas e menores rendimentos de grãos.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Inscreva-se na seleção para a lista Under 30 2022

Compartilhe esta publicação: