Maior jardim cultivado de girassol do mundo está em Woodstock

Montado em uma propriedade que cria gado leiteiro da raça jersey, o “museu” vivo e a céu aberto será aberto no dia 30 de julho

Jane Levere
Compartilhe esta publicação:
_Mahathir Mohd Yasin_EyeEm_Gettyimages
Mahathir Mohd Yasin/EyeEm/Getty Images

Cultivo do girassol, em um fazenda leiteira, serve como um museu ao ar livre

Acessibilidade


A Sunflower House na Billings Farm & Museum, que fica em Woodstock, Vermont (EUA), é um labirinto floral de 1.860 metros quadrados com mais de 100 variedades de girassóis. Ela será aberta em 30 de julho e a previsão é que as flores alcançarão seu pico de vida em meados de agosto, com a produção indo até o início de setembro. A casa foi criada e mantida pelo mestre jardineiro Ben Pauly, do Woodstock Inn & Resort.

O evento  de agroturismo para mostrar a produção acontece todos os anos. Neste, os girassóis têm sido notícia nos últimos meses como um símbolo da identidade nacional ucraniana, emergindo, de acordo com a escritora do Washington Post Jennifer Hassan, como “um símbolo global de resistência, unidade e esperança”.

LEIA MAIS: Fazenda do futuro: conheça o batalhão de Stanford que deseja revolucionar o Mato Grosso

Os girassóis em exibição em Vermont variam de 50 centímetros a quase 4 metros. Eles são plantados em “uma estrutura labiríntica, delineando salas e corredores”, informaram a fazenda e o museu.

O novo Billings Farmstead Gardens, também criado por Pauly, contém cinco jardins. São eles: jardim de herança; jardim de permacultura; jardim do chef, que inclui jardins da vitória e pizza; jardim polinizador e jardim de ervas. Para facilitar o acesso a esses espaços há arcos, treliças, caminhos e túneis, bem como sinalização educacional auto guiada.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

O jardim da herança apresenta produtos cultivados em Vermont na década de 1890, como Bear Paw Popcorn, Bull Noes Peppers e Tall Telephone Peas. O jardim de permacultura, diz Billings, é “um jardim de baixa manutenção que imita o equilíbrio e as relações benéficas encontradas na natureza em plantações perenes”; isso inclui mirtilos, aspargos e sabugueiro.

Divulgação
Divulgação

Gado leiteiro da raça jersey para a produção de queijos

A horta em formato de pizza tem trigo, tomate e manjericão, que podem ser usados ​​justamente  para fazer pizza em casa, enquanto a horta da vitória tem alface, cebola e milho doce. O jardim de polinizadores promove, claro, os polinizadores e outros insetos que Billings chama de “críticos para a saúde da vida vegetal”, enquanto o jardim de ervas contém plantas para uso medicinal, culinária e chá.

O Billings Farm & Museum é em uma fazenda de gado leiteiro da raça jersey, localizada em Woodstock, Vermont, com uma tradição de 150 anos do que chama de “excelência agrícola”, bem como um museu sobre a herança rural de Vermont.  A produção de leite é destinada à fabricação de queijos. Está aberta diariamente de 8 de abril a 30 de outubro.

* Jane Levere é colaboradora da Forbes EUA. Escreve também para o The New York Times, The Washington Post, Architectural Digest e Metropolis

>> Inscreva-se ou indique alguém para a seleção Under 30 de 2022

Compartilhe esta publicação: