Strategie Grains corta todas as estimativas de safra de grãos da UE

A consultoria já havia reduzido suas estimativas de safra de trigo e cevada, citando condições climáticas excessivamente secas

Reuters
Compartilhe esta publicação:
Vincent Kessler/Reuters
Vincent Kessler/Reuters

Plantação de trigo em Woellenheim, perto de Estrasburgo, França

Acessibilidade


A consultoria Strategie Grains cortou hoje (14) todas as suas previsões para as safras de grãos deste ano na União Europeia, ao ajustar as estimativas de trigo e cevada conforme a colheita avança no bloco e aponta para um clima seco que ameaça os campos de milho.

A safra de trigo da UE é esperada em 123,3 milhões de toneladas, abaixo dos 124,4 milhões projetados em junho e abaixo dos 129,9 milhões de toneladas (volume revisado) colhidos no ano passado, informou em um relatório mensal.

Inscreva-se na seleção para a lista Under 30 2022

A colheita de cevada foi vista em 49,6 milhões de toneladas, ante 50,3 milhões no mês passado e 51,9 milhões em 2021.

A consultoria francesa já havia reduzido suas estimativas de safra de trigo e cevada no mês passado, citando condições excessivamente secas durante a primeira metade da estação de cultivo em muitos países.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

No milho, a safra caiu para 65,4 milhões de toneladas, ante 66,8 milhões de toneladas no mês passado e 69,7 milhões no ano passado.

“A escassez recorrente de água e o clima quente em muitas zonas de produção estão afetando negativamente o potencial de rendimento”, disse a Strategie Grain, ecoando os crescentes temores de danos às colheitas de milho deste ano.

No mercado de trigo, o analista manteve sua previsão de exportação da UE praticamente inalterada em 30,4 milhões de toneladas, com base na forte competitividade contra origens rivais e vendas dinâmicas durante as primeiras semanas da campanha.

As previsões da Strategie Grains foram baseadas em exportações marítimas atingindo 30% a 50% da capacidade normal, mas a perspectiva não foi definida, dadas as negociações em andamento para garantir um corredor de exportação para as exportações de grãos ucranianos, disse.

A Ucrânia é um dos maiores exportadores mundiais de milho, trigo e oleaginosas, com a Rússia e a União Europeia entre seus principais concorrentes nos mercados de exportação.

As exportações russas foram vistas em cerca de 40 milhões de toneladas, mas podem ser pelo menos 5 milhões de toneladas maiores se a Rússia colher mais de 89 milhões de toneladas, disse a Strategie Grains.

Compartilhe esta publicação: