AgroRound: Basf, Agrotools, Moss e outras notícias do campo

Confira parcerias, lançamentos e movimentações que marcaram o agronegócio na última semana

Redação
Compartilhe esta publicação:

Acessibilidade


A AgroStart, plataforma de inovação da BASF, empresa química alemã, abriu inscrições para a cocriação de soluções com startups do agro. As inscrições vão de 01 a 20 de agosto e a duração da turma de cocriação entre startups e empresa será de aproximadamente seis meses.

“Estamos buscando startups que já possuam uma solução implementada e em estágio comercial, ou ainda com MVP (produto mínimo viável) validado para serem nossos parceiros comerciais em projetos desenvolvidos por nossos colaboradores”, explica Eduardo Menezes, gerente de produtos digitais da divisão de soluções para agricultura da BASF na América Latina.

Leia mais: Um ano após IPO, Raízen se prepara para entrar no Ibovespa

A companhia alemã busca soluções para pelo menos um dos seguintes desafios com foco nas culturas de soja, milho e algodão:

Gestão e manejo de Doenças e Pragas: Soluções disruptivas que consigam diagnosticar a presença, gravidade ou predição de doenças e pragas no Brasil.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Identificação das variedades de culturas e plantas daninhas: Agtechs com maneiras criativas e altamente escaláveis ​​de identificar plantas daninhas e variedades através de imagens. Quanto maior a resolução que a solução de identificação puder entregar, melhor.
Web3 para Agricultura: Agfintechs e soluções com foco na próxima geração da web com base em blockchain e tokenização de ativos.

Moss faz captação inédita para investidores no mercado de créditos de carbono

A climatech Moss, desenvolvedora de projetos de originação de créditos carbono, fechou uma parceria com a Bloxs Investimentos para lançar a primeira oferta de crowdfunding com foco em créditos de carbono para uma área na Floresta Amazônica, com pagamento de dividendos a partir de 2024.

Com cotas a partir de R$ 5 mil, a nova oferta tem expectativa de retorno calculada pela TIR (Taxa interna de retorno) de 51,08% ao ano. O alvo máximo da captação de R$ 4,1 milhões foi alcançado em 48 horas após a abertura.

“A demanda corporativa e da sociedade para compensação de emissões explodiu à medida que as mudanças climáticas se tornam cada vez mais claras em nossas rotinas”, aponta o CEO da Moss, Luis Felipe Adaime. Com o crowdfunding, nosso objetivo é democratizar o acesso à proteção da floresta amazônica e dar oportunidade para que qualquer pessoa invista em um projeto ESG, atuando em um mercado com muito potencial como o de créditos de carbono.”

Castrolanda apresenta faturamento de R$ 3,3 bi

A cooperativa paranaense Castrolanda divulgou nesta semana que sua receita líquida chegou a R$ 3,353 bilhões no primeiro semestre de 2022. O número apresenta um crescimento de 26% em relação ao mesmo período no ano passado.

Já o resultado líquido foi de R$ 145 milhões, um incremento de 33% se comparado a 2021. Os dados foram apresentados aos cooperados na última quarta-feira (27) durante a pré-assembleia semestral de balanço.

“Apresentamos uma melhora no resultado, e isso é muito bom, tanto para a Cooperativa como para todos os cooperados. Mas também não podemos descansar, porque, do jeito que está o mercado, isso pode reverter a qualquer momento”, afirma Seung Lee, diretor executivo da Castrolanda. “Precisamos seguir alertas para o segundo semestre e, caso alguma coisa mude radicalmente, que a gente possa rever nossas ações rapidamente.”

Natural One vai premiar três projetos sustentáveis com R$ 90 mil

A Natural One, produtora de sucos 100% naturais em Jarinu (SP), anunciou a segunda edição do seu projeto “Coletivo Natural”, premiação que incentiva o empreendedorismo sustentável. Com inscrições abertas até 31 de agosto, a empresa vai selecionar três projetos e premiá-los com R$ 30 mil cada.

Fora o prêmio, os ganhadores também receberão uma mentoria exclusiva do júri do projeto, composto por Gustavo Siemsen, CMO da Natural One; Geraldo Rufino, Presidente do Conselho na JR Diesel, empresa recicladora de caminhões; e Rafa Cappai, criadora da Espaçonave, escola que promove educação focada no empreendedorismo sustentável.

Podem participar projetos atuantes no Brasil e que sejam baseados em pelo menos um dos três grandes temas: alimentação saudável (ações que valorizam alimentos naturais ou promovam a consciência alimentar), empreendedorismo sustentável (criação e distribuição de produtos, serviços ou expressões artísticas que propaguem ideias sustentáveis) e reciclagem criativa (iniciativas que atuam com a transformação de matérias-primas em novos produtos).

Agrotools anuncia seu primeiro CFO

Luciano Saporito, novo CFO da Agrotools, aparece sorrindo em foto

A Agrotools, empresa de soluções digitais para mitigação de risco no agronegócio, anunciou a contratação do seu primeiro CFO, Luciano Rocha Saporito. O novo membro da companhia possui 25 anos de experiência em finanças e já atuou em empresas como Natura, PepsiCo e Atvos.

Formado em administração de empresas, o executivo também tem MBA em finanças pela FIA (Fundação Instituto de Administração) e certificação de ESG para empresas no setor agrícola pela Fundação Getúlio Vargas (FGV).

Ele afirma que a passagem por diversas áreas de finanças possibilitou ter visão abrangente, o que contribui para direcionar prioridades e atuar em temas estratégicos. “Daremos continuidade ao plano de expansão de maneira sólida e sustentável, com foco em planejamento e execução, sem perder de vista as oportunidades”, afirma Saporito.

Nutrien lança cartão de crédito para o agronegócio

A distribuidora de insumos agrícolas Nutrien entrou no mercado financeiro e lançou o seu primeiro cartão de crédito com foco no agronegócio. A ferramenta não possui bandeira ou anuidade e garante ao agricultor valores diferenciados para produtos e serviços da empresa, além de prazos de pagamento que acompanham a safra.

“Com a disponibilização desta nova forma de pagamento, a empresa irá proporcionar aos agricultores agilidade na liberação do limite de crédito sem necessidade de garantias”, explica Leandro Wendt, diretor de tesouraria, crédito e trade da Nutrien. “O produtor rural poderá diversificar suas fontes de financiamento e reduzir os riscos em suas transações.”

A princípio, o cartão será disponibilizado para um grupo exclusivo de 500 clientes da região dos Cerrados Leste e Sudeste e com o limite de até R$ 250 mil.

Damha Agro fecha parceria para “Programa de Inovação Aberta”

A Damha Agronegócios, empresa de irrigação sediada em São Paulo (SP), fechou uma parceria com a rede global de fundos de capital de risco The Yield Lab Latam para realizar o seu “Programa de Inovação Aberta” com 17 agfoodtechs.

Com um aporte de R$ 1 milhão, a ideia é que as empresas realizem a ponte entre startups e produtores para o desenvolvimento de novas soluções para o agronegócio. Segundo a empresa, o próprio produtor entra como investidor das agfoodtechs e, em contrapartida, poderá aplicar as novas tecnologias no campo.

“Este é o caminho para o produtor rural de fazer suas próprias escolhas por soluções e tecnologias de ponta, sem intermediários. Ninguém melhor do que ele para saber qual solução é mais adequada na fase em que se encontra”, explica Alexandre Toledo, diretor financeiro do grupo Damha Agro, que também produz soja, milho, cana, feijão e pecuária de corte.

Prêmio Mulheres do Agro 2022 prorroga seu período de inscrições

O Prêmio Mulheres do Agro 2022, organizado pela Bayer e pela Abag (Associação Brasileira do Agronegócio), prorrogou o seu período de inscrições para até 31 de agosto deste ano. Em sua quinta edição, a premiação é destinada às mulheres que se destacam à frente da gestão de propriedades agrícolas, sejam elas pequenas, médias ou grandes.

O prêmio deste ano tem como tema “Gestão Inovadora” e reconhecerá iniciativas para boas práticas agropecuárias e gestão sustentável com foco nos pilares econômico, social e ambiental. A edição também contará com uma novidade: o formulário de indicação. Nele, qualquer pessoa pode entrar no site e indicar uma mulher, desde que forneça as informações básicas sobre a produtora, como nome, e-mail e telefone.

Desde sua primeira edição, cerca de 700 produtoras se inscreveram e 36 já foram selecionadas. As vencedoras serão reveladas no dia 27 de outubro durante o Congresso Nacional das Mulheres do Agronegócio, que este ano retoma seu formato presencial.

Compartilhe esta publicação: