Negociação de biodiesel vai gerar lastro para emissão de CBios

Os CBios, emitidos por produtores de biocombustíveis, são mandatoriamente comprados por distribuidoras de combustíveis

Reuters
Compartilhe esta publicação:

Daniel LeClair/Reuters

Acessibilidade


A Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) aprovou a inclusão de operações de comercialização de biodiesel entre produtores do biocombustível no rol de operações geradoras de lastro para emissão de créditos de descarbonização (CBios).

A Resolução ANP nº 802 traz informações sobre as operações de comercialização de biocombustíveis elegíveis para geração de lastro para emissão dos créditos.

Os CBios, emitidos por produtores de biocombustíveis como biodiesel e etanol, são mandatoriamente comprados por distribuidoras de combustíveis, que têm metas anuais de acordo com o volume de suas vendas, de acordo com o programa de descarbonização do país RenovaBio.

Compartilhe esta publicação: