Apresentado por

USDA eleva safra de trigo da Argentina 2023/24 para 15,5 milhões de toneladas

Soja e milho estão passando por importantes estágios de desenvolvimento no país, segundo o departamento americano

A safra de trigo 2023/24 da Argentina somou 15,5 milhões de toneladas, acima das 15 milhões de toneladas estimadas no mês passado, informou o USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) nesta quinta-feira (8).

Acessibilidade
  • Siga a Forbes no WhatsApp e receba as principais notícias sobre negócios, carreira, tecnologia e estilo de vida

 

Ao mesmo tempo, em seu relatório de oferta e demanda mundial de grãos de fevereiro, o USDA deixou inalteradas suas previsões para as safras de soja e milho 2023/24 da Argentina em 50 milhões de toneladas e 55 milhões de toneladas, respectivamente.

A colheita de trigo terminou no mês passado na Argentina, enquanto a soja e o milho estão passando por importantes estágios de desenvolvimento.

A Argentina é um importante exportador mundial de trigo, sendo o principal fornecedor ao Brasil, e o terceiro maior exportador de milho e o principal fornecedor global de óleo e farelo de soja.


Conteúdo publicitário