Apresentado por       

UnitedHealth e Reafro capacitam 160 empreendedores negros

Primeira turma do programa “Afronegócios Virando a Onda” chega ao fim depois de seis meses de mentorias e cursos .

Redação
Apresentado por       
Compartilhe esta publicação:
Luis Alvarez/ Getty Images
Luis Alvarez/ Getty Images

Um dos objetivos da parceria é alavancar os empreendimentos através da educação

Acessibilidade


Responsável pela movimentação de R$ 1,7 trilhão no último ano, de acordo com pesquisa do Instituto Locomotiva, a população negra brasileira foi o público-alvo da primeira turma do programa “Afronegócios Virando a Onda”, uma parceria entre a Reafro (Rede Brasil Afroempreendedor) e a empresa de serviços médicos UnitedHealth Group Brasil. A iniciativa capacitou 160 alunos do Rio de Janeiro e de São Paulo e, hoje (28), o grupo celebra sua formatura virtual. 

Um dos objetivos da parceria é alavancar os empreendimentos através da educação. Um levantamento do GEM (Global Entrepreneurship Monitor) mostrou que, embora 45% da população negra abra seu próprio negócio por necessidade e não por opção, apenas 12,8% buscam instituições de apoio.

LEIA MAIS: Omega Energia prevê construir usina de 240 MW para atender contrato com Bayer

Nesta edição do projeto, que atendeu micro e pequenos empreendedores, os alunos tiveram 100 horas de atividades regulares durante seis meses, com acompanhamento individual e atividades em grupo, além de tarefas complementares que foram realizadas por meio de lives. As aulas incluíram temas como transformação digital, gestão financeira e plano de gestão de negócios. 

“Com uma didática voltada para uma população que, no geral, não herdou nenhum negócio e foi impulsionada a empreender como forma de sobrevivência, o curso evidencia as necessidades de se ter uma gestão do negócio e um cuidado com as finanças”, afirma Silmara Vicente, aluna do curso e dona de um negócio de entretenimento e turismo na capital paulista. 

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Já para o vice-presidente de relações institucionais do UnitedHealth Group Brasil, Renato Casarotti, o programa nasceu da necessidade de impactar a sociedade de uma maneira coletiva. “Com esta primeira turma de afroempreendedores, tivemos a oportunidade de compreender a grandiosidade do afronegócio e a capacidade de empreendedorismo dos participantes. Poder orientar e ajudar a impulsionar os negócios através da ampliação do conhecimento sobre gestão e oportunidades de mercado é a certeza de que estamos no caminho certo, apoiando a sociedade.”


Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: