Brasil recebe primeiros vinhos de produção sustentável de Portugal

Divulgação
Divulgação

Vinícola na região do Alentejo, em Portugal

O mercado brasileiro acaba de receber os primeiros vinhos portugueses de produção sustentável, Coelheiros 2018 e Herdade dos Grous 2018, criados pelo PSVA (Programa de Sustentabilidade Vinhos do Alentejo).

Lançado em 2015, o PSVA surgiu com o objetivo de apoiar e estimular melhorias nos setores ambientais e sociais, e no desempenho econômico das vinícolas. O programa se desenvolve na região do Alentejo, em Portugal, um dos locais mais apreciados do país, especialmente por seus vinhos ricos, exuberantes, de bom corpo e bastante aveludados. E graças a essa iniciativa, a região também está se tornando reconhecida por suas práticas sustentáveis na elaboração de vinhos.

LEIA TAMBÉM: 85% das empresas brasileiras elaboram relatórios de sustentabilidade, revela KPMG

O PSVA começou com 94 membros e, atualmente, conta com 446 integrantes, representando aproximadamente 41% da área plantada na região. Entre as principais medidas adotadas estão a aplicação de técnicas naturais de conservação e aumento da fertilidade do solo, redução substancial do uso de pesticidas, auditorias de energia, gestão dos resíduos e economia de água, além da valorização, do engajamento e do cuidado com colaboradores e a comunidade.

A adesão ao programa é voluntária e gratuita, e as vinícolas que integram o PSVA têm à disposição ferramentas e profissionais que auxiliam na avaliação de caminhos para desenvolverem suas atividades na produção de uvas e vinhos de qualidade, de maneira economicamente viável, e, ao mesmo tempo, preservando o meio ambiente, e melhorando as relações com os colaboradores e vizinhos.

 

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).