Apresentado por       

Corona e Rappi criam selo para incentivar restaurantes com práticas sustentáveis

Marcas estão oferecendo 31 mil embalagens feitas a partir de fécula de mandioca para os estabelecimentos participantes.

Redação
Apresentado por       
Compartilhe esta publicação:
Divulgação
Divulgação

Marcas estão oferecendo 31 mil embalagens feitas a partir de fécula de mandioca para os estabelecimentos participantes

Acessibilidade


Mudanças nos hábitos de consumo provocadas pela pandemia podem estar custando caro para o meio ambiente. A Abrelpe (Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais) estima que a produção de lixo domiciliar cresceu até 25% no período. E, por trás da lixeira cheia, aparece outro número da quarentena: o aumento de 149% nos pedidos de entrega, segundo a startup de gestão financeira Mobilis. 

Mas os serviços de delivery não precisam ser transformados em vilões – pelo menos é isso que espera a Corona e o Rappi. Juntos, a cerveja da Ambev e o aplicativo de entrega convidaram estabelecimentos de São Paulo e do Rio de Janeiro a aderirem ao selo Less Plastic. O objetivo é que as entregas se tornem mais sustentáveis a partir da redução do uso de embalagens descartáveis. Ao mesmo tempo, o público passa a conhecer quais são os estabelecimentos mais ecológicos da sua região. 

LEIA MAIS: Quem diria, travestida de embalagem, a mandioca está cada vez mais em alta

Desde o dia 2 de julho, as marcas estão oferecendo 31 mil embalagens feitas a partir de fécula de mandioca, um material que leva 12 semanas para se decompor na natureza – tempo bem inferior ao plástico, que precisa de anos para desaparecer da superfície terrestre. O primeiro lote será doado pelas empresas aos estabelecimentos, mas quem quiser aderir à nova embalagem terá acesso a um preço especial dos fabricantes como incentivo. Além disso, os consumidores que fizerem seus pedidos em restaurantes com o selo ganharão desconto na compra da cerveja. 

“A Corona nasceu na praia e é profundamente conectada à natureza. Um dos nossos principais valores é a sustentabilidade e a proteção dos oceanos, principais afetados pela poluição plástica que começa nas nossas cidades”, explica João Pedro Zattar, head de marketing da Corona.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

A marca de cerveja também  lançou, recentemente, o aplicativo Plastic Reality, uma ferramenta gratuita  que calcula a quantidade de lixo consumida no ano pelo usuário a partir de um questionário sobre hábitos de vida. “Sabemos que não conseguimos fazer isso sozinhos, então buscamos nos unir a parceiros e pessoas que, assim como nós, entendem a importância dessa mudança de hábito. Não é comum encontrar curadorias que ajudem a escolher restaurantes com um menor impacto ambiental. Essa iniciativa torna isso mais fácil, apoiando o público a dar o primeiro passo em direção a uma vida mais eco consciente”, completa.


Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

 

Compartilhe esta publicação: