Apresentado por       

Huawei anuncia US$ 150 milhões para desenvolver talentos digitais

Companhia chinesa pretende impulsionar a igualdade no acesso à educação e qualificação profissional, além de implementar medidas de baixa emissão de carbono

Redação
Apresentado por       
Compartilhe esta publicação:
PeopleImages/Getty Images
PeopleImages/Getty Images

O objetivo da Huawei é incentivar a igualdade no acesso à educação e qualificação profissional

Acessibilidade


A Huawei anunciou durante o fórum “Tecnologia e Sustentabilidade: Todos são Incluídos”, na última quinta-feira (8), o seu programa “Seeds for future 2.0”, por meio do qual planeja investir US$ 150 milhões no desenvolvimento de talentos digitais nos próximos cinco anos. O programa deverá beneficiar 3 milhões de pessoas. O evento foi realizado em conjunto com a IUCN (União Internacional para a Conservação da Natureza). Na reunião, a companhia chinesa também divulgou seu Relatório de Sustentabilidade de 2020.

Reconhecendo a relevância desses talentos para a transformação do ambiente digital e do crescimento econômico, a Huawei pretende impulsionar a igualdade, com iniciativas de educação de qualidade para qualificar a mão de obra digital nos países onde opera. “As habilidades e a alfabetização digitais não são apenas a base para a economia digital, são também um direito humano básico definido pelas Nações Unidas”, afirmou durante o fórum o presidente da empresa, Liang Hua.

LEIA TAMBÉM: Resíduos eletrônicos: como destiná-los corretamente e por que isso é tão importante para promover a sustentabilidade

Em 2008, a Huawei começou a lançar programas de desenvolvimento de talentos, como bolsas de estudo, concursos de tecnologia e formação de habilidades digitais e, desde então, beneficiou mais de 1,54 milhão de pessoas em mais de 150 países. A empresa investiu mais de US$ 150 milhões nesses programas.

Além de discutirem o papel da tecnologia na construção de um ambiente mais inclusivo, os representantes da Huawei, da IUCN, do Fórum Econômico Mundial, do CDP (Carbon Disclosure Project), da GeSI (Global Enabling Sustainability Initiative) e do Singapore Institute of International Affairs também deram ênfase aos desafios ambientais e as diretrizes para um modelo de desenvolvimento verde.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Embora as emissões de carbono tenham apresentado uma redução no ano passado, devido à desaceleração econômica e aos lockdowns mundiais, este ano, elas estão se recuperando rapidamente à medida que as economias reabrem. E diante deste problema global, o presidente da Huawei apresentou as ações da companhia para estimular o desenvolvimento sustentável. “A Huawei tem aproveitado sua vasta experiência em eletrônica e armazenamento de energia, bem como seu conhecimento técnico em 5G, nuvem e IA, para desenvolver seu negócio de energia digital e fornecer soluções de energia digital para diferentes setores”, afirmou Liang Hua. “Em dezembro de 2020, os produtos e soluções de energia digital da Huawei geraram 325 bilhões de kWh de eletricidade a partir de fontes renováveis ​​e economizaram um total de 10 bilhões de kWh de eletricidade. Esses esforços resultaram em uma redução de 160 milhões de toneladas de emissões de CO2”, completou.

As tecnologias de TIC (Tecnologia de Informação e Comunicação) mostram-se como eficazes na conservação de energia e na redução de emissões em outros setores. Estima-se que a queda nas emissões de carbono em operações habilitadas por tecnologias de TIC será dez vezes a quantidade de carbono emitida pelo próprio setor. Tao Jingwen, membro da diretoria da Huawei e presidente do Comitê de Desenvolvimento Sustentável Corporativo, também declarou: “A Huawei está comprometida em promover soluções verdes integradas de TIC para ajudar outros setores a conservar energia e reduzir as emissões. Estamos desempenhando um papel ativo na construção de uma sociedade com eficiência energética, de baixo carbono e amiga do meio ambiente”.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: