Apresentado por       

Pelé reúne astros do esporte e da arte para leilão de caridade

Organizado pelo ex-craque para a sua fundação, o evento reúne 229 itens que serão postos à venda no próximo dia 22.

Redação
Apresentado por       
Compartilhe esta publicação:
REUTERS/Christian Hartmann
REUTERS/Christian Hartmann

Organizado pelo ex-craque para a sua fundação, o evento reúne 229 itens que serão postos à venda no próximo dia 22

Acessibilidade


Quer uma camisa da seleção brasileira de Pelé? Uma camisa da seleção neozelandesa de rúgbi autografada por Dan Carter? Uma foto do New York Yankees autografada por Derek Jeter? A camisa que David Beckham usou no Milan?

Estes itens, e ainda outros de Cristiano Ronaldo e Kylian Mbappé, estão entre os 229 que serão postos à venda no dia 22 do próximo mês em um leilão organizado por Pelé para a fundação que ele criou em 2018 para ajudar crianças desfavorecidas.

O brasileiro, o único jogador de futebol a conquistar três Copas do Mundo e considerado com frequência como o maior de todos os tempos, disse que todo o dinheiro arrecadado ajudará o Brasil a enfrentar e se recuperar da pandemia de Covid-19.

Até agora, 575 mil pessoas morreram de Covid-19 no país, o que o coloca atrás somente dos Estados Unidos em número de mortes causadas pela doença.

“Pelé é uma lenda, é um ícone, e outros esportes se inspiram em Pelé”, disse Martin Nolan, diretor-executivo e presidente-executivo da Julien’s Auctions, sediada na cidade norte-americana de Beverly Hills, à Reuters. “Por estar em casa, ele teve tempo para se concentrar neste projeto.”

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Pelé fornecerá alguns de seus próprios itens para o leilão em setembro, mas também cobrou favores de amigos dos mundos do esporte e do entretenimento.

Há camisas do Brasil, do Santos e do New York Cosmos e fotos autografadas do ex-jogador de 80 anos, e outras assinadas por ex-colegas de seleção como Rivellino, Jairzinho e Clodoaldo.

Mario Zagallo, técnico da reverenciada seleção que conquistou a Copa do Mundo de 1970 que fez 90 anos neste mês, também colaborou, assim como Neymar, Roberto Baggio e Roger Milla.

Também campeão mundial, Franz Beckenbauer autografou várias fotos de seus dias no New York Cosmos e na Alemanha Ocidental, e ainda haverá uma bola da final da Liga dos Campeões de 2015 e camisas e equipamentos usados no basquete, no futebol americano, no hóquei e no pólo aquático à espera de lances.

Um dos itens que deve alcançar um preço alto é um molde de bronze banhado a ouro do pé de Pelé criado pelo escultor célebre Dante Mortet.

Saindo da esfera do futebol, Justin Timberlake, Maria Sharapova, Mark Wahlberg e a NBA também doaram itens.

“Tudo do Pelé as pessoas vão querer, mas você menciona Ronaldo, você menciona Mbappé, estes ícones serão procurados”, disse Nolan a respeito dos atacantes de Portugal e da França. (com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: