Biden diz que clima extremo custará mais de US$ 100 bilhões aos EUA este ano

Leah Millis/Reuters
Leah Millis/Reuters

Presidente dos EUA, Joe Biden

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, disse ontem (14) que eventos climáticos extremos custarão mais de US$ 100 bilhões ao país este ano, ao visitar o Colorado para destacar a seca e os incêndios florestais que atingiram o oeste dos EUA.

O Colorado foi a última parada do presidente em uma viagem a três Estados do oeste, na qual ele também visitou a Califórnia e Idaho para demonstrar como o aquecimento global devastou a paisagem da região, enquanto em outras partes do país furacões e tempestades causaram enchentes e mataram dezenas de pessoas.

A tempestade tropical Nicholas atingiu as costas do Texas e da Louisiana ontem (14), inundando ruas e deixando centenas de milhares de casas e empresas sem energia elétrica.

Biden também aproveitou a viagem para obter apoio aos planos do governo de investimentos em infraestrutura, que visam combater a crescente ameaça da mudança climática.

“Temos que fazer os investimentos que vão desacelerar nossas contribuições para a mudança climática hoje, não amanhã”, disse Biden depois de visitar o Laboratório Nacional de Energia Renovável em Golden, no Colorado.

Os recentes eventos climáticos extremos “virão com mais ferocidade”, acrescentou.

Biden estimou que o prejuízo econômico causado por tais eventos neste ano seria de mais de US$ 100 bilhões, um dia depois de dizer que custaram aos Estados Unidos US$ 99 bilhões no ano passado.

“Mesmo que não seja no seu quintal, você sente os efeitos”, disse. (Com Reuters)

 

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).