Apresentado por       

Do campo à cidade: as árvores para deixar sua calçada mais verde

No Dia da Árvore, adote uma. Ela pode ser até uma frutífera para fornecer alimento a pássaros e abelhas ou ser uma sombra prazerosa.

Redação
Apresentado por       
Compartilhe esta publicação:
Sue Whiteman/Gettyimages
Sue Whiteman/Gettyimages

Jacarandá Mimoso é uma árvore que corre risco de extinção e precisa ser preservada

Acessibilidade


Está começando a primavera, período de temperaturas mais amenas e com uma característica singular: é a época da floração da maior parte das plantas. Cuidar de uma árvore pode ser uma tarefa prazerosa e acima de tudo útil ao planeta. Há espécies que se adaptam ao ambiente urbano, bastando disposição para adotar uma árvore.

Plantios em grupos de voluntários começam se destacar nos grandes centros urbanos. Eles são uma forma de convivência, criação de laços comunitários e de aproximação do humanos com a natureza. Mas se morar em uma cidade menor, não desanime: você também pode ser o dono de uma árvore mesmo que não haja um grupo. Muitas prefeituras mantêm viveiros de plantas doadas aos moradores. Mas, caso ainda não seja possível, não desista: procure um produtor rural e peça uma muda de árvore.

LEIA TAMBÉM: Frísia vai investir R$ 1 bilhão com cartilha ESG na mão

Toda fazenda, chácara ou sítio possui uma reserva legal e uma APP (área de proteção permanente) de onde é possível, com cuidado, tirar uma mudinha da natureza.  O caminho do campo à cidade é acessível. As calçadas plenas de árvores, que podem também ser frutíferas, ajudam a tornar o ar mais limpo, refrescam o ambiente e alimentam pássaros, abelhas e outros insetos necessários à polinização das próprias árvores.

Aproveite o dia de hoje e tome uma decisão: adote uma árvore. Nós separamos 11 espécies robustas, rústicas e fáceis de serem cuidadas:

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.
  • Ipê

    O Ipê é considerado a árvore mãe da flor nacional. É uma típica árvore com grande variedade de espécies, com flores amarelas, roxas, rosas e brancas. São árvores de grande porte que gostam de calor e sol pleno.

    Edelberto_Gebauer/Embrapa
  • Quaresmeira

    A Quaresmeira é uma árvore nativa do Brasil. Tem porte geralmente de pequeno a médio, podendo atingir de 8 até 12 metros de altura. Além disso é rústica e pouco exigente em relação ao solo.

    Claudio-Bezerra_Melo/Embrapa
  • Flamboyant

    A palavra Flamboyant é de origem francesa, mas a árvore é nativa de Madagascar. Significa flamejante, nome apropriado às flores grandes, avermelhadas, alaranjadas e amarelas. Ela também é conhecida como acácia-rubra, flamboaiã, árvore-flamejante, flor-do-paraíso e pau-rosa.

    Marcello-Casal-Jr/Agencia-Brasil
  • Pitangueira

    A Pitanga é frutífera da família das mirtáceas. Tem a forma de bolinhas globosas e carnosas, de cor vermelha, laranja, amarela ou preta. Ramificada e com copa arredondada entre 3 e 6 metros de diâmetro, a árvore pode ser utilizada como cerca-viva e planta ornamental.

    Paulo-Lanzetta/Embrapa
  • Jabuticabeira

    Ela pode ser sabará, rajada, paulista, híbrida, ponhema, entre outras. Na ciência seu nome é Myrciaria cauliflora ou Plinia peruviana. A jabuticabeira produz uma fruta muito apreciada e nutritiva. É fonte de vitaminas do complexo B, vitamina C, vitamina E, fibras, ferro, potássio e selênio, além de ter ação antioxidante e conter poucas calorias.

    Neide Makiko Furukawa/Embrapa.
  • Oiti

    O Oiti também é chamado goiti, oiti-da-praia, guaili, oiti cagão e oiti mirim. Além de sombra rápida, embora possa levar até 15 anos para atingir a fase adulta, o fruto da árvore é comestível, nutritivo, de sabor doce e adstringente, que remete ao sabor da manga.

    Idam/AM/Divulgação
  • Amoreira

    Podendo atingir até 15 metros de altura, a Amoreira é uma classe de árvores de porte médio conhecida por suas saborosas frutas pretas ou vermelhas (cada espécie de amoreira possui uma coloração diferente). Em ambientes urbanos, como na cidade de São Paulo, pode atrair diferentes espécies de pássaros e animais nativos que buscam alimento.

    Paulo Lanzetta/Embrapa
  • Palmeiras

    Com cerca de 2600 espécies existentes, a família das Palmeiras não é considerada uma árvore, mas sim uma planta perene e arborescente, ou seja, lenhosa e de grande porte; a folha de uma palmeira Raphia pode chegar a até 25 metros de comprimento. Diversas espécies estão espalhadas pelo Brasil como babaçu, carnaubeira e o coqueiro.

    Fernanda Muniz Mirolo/Embrapa
  • Araucária

    Com uma origem que remonta mais de 200 milhões de anos, quando o continente americano ainda era unido com o africano, a Araucária está presente em regiões como São Paulo e Minas Gerais, mas são majoritariamente encontradas na região sul do Brasil. Uma árvore dessas pode atingir até 50 metros de altura. Atualmente, a IUCN (União Internacional para a Conservação da Natureza e dos Recursos Naturais) considera que esta árvore corre “Perigo Crítico de Extinção.”

    JLuciane Jaques/Embrapa
  • Jacarandá Mimoso

    Considerado uma árvore ornamental, o jacarandá mimoso está presente no Peru, na Argentina e no sul do Brasil. Suas flores arroxeadas desabrocham durante a primavera e o início do verão, oferecendo um belo perfume para o local em que se encontra. Atualmente, a árvore que pode chegar até 15 metros é uma espécie considerada vulnerável pela IUCN.

    Sue Whiteman/Gettyimages
  • Magnólia

    Gênero com mais de 210 espécies de arbustos e árvores, as Magnólias são consideradas por alguns botânicos como uma das mais antigas do mundo — antes mesmo da formação de abelhas. Ela pode atingir até 30 metros de altura e geralmente pode gerar flores brancas, rosa ou até roxo. Uma pesquisa global divulgada pela revista Nature em 2017 afirma que a primeira flor do mundo era bissexual e era parecida com a Magnólia.

    Freepik/Wirestock

Ipê

O Ipê é considerado a árvore mãe da flor nacional. É uma típica árvore com grande variedade de espécies, com flores amarelas, roxas, rosas e brancas. São árvores de grande porte que gostam de calor e sol pleno.

 

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: