Reciclagem de pneus é o objetivo da nova ação da Ambipar

Com abrangência nacional, o projeto contemplará desde os pontos de captação, transporte e tratamento dos pneus usados

BrandVoice Ambipar
Compartilhe esta publicação:
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Ambipar cria ação focada na reciclagem de pneus

Acessibilidade


A Ambipar Waste to Energy, que faz parte da Ambipar, multinacional líder de gestão ambiental, está desenvolvendo uma ação focada na logística reversa para pneus que não têm mais uso. O objetivo é criar um sistema de logística reversa, que contempla a captação e transporte para envio a unidades de tratamento, garantindo a destinação final ambientalmente adequada mais próxima.

Seguindo as diretrizes da Resolução Conama n° 416, na qual se estabelece que os fabricantes e os importadores de pneus novos, com peso unitário superior a 2,0 kg (dois quilos) são obrigados a coletar e dar destinação adequada ao material sem utilidade existente no território nacional. Este trabalho segue um planejamento estratégico, que abrange todo o processo de reciclagem, utilizando processos específicos.

Leia mais: Economia circular: Boomera entra em ranking mundial de principais instituições de impacto ambiental

O projeto foi elaborado pela Ambipar Waste to energy, que tem foco na fabricação de combustíveis derivados de resíduos (CDR´s) e tem como objetivo valorizar os resíduos através de processos e tecnologias que transformem resíduos em energia. Criado, de forma personalizada de acordo com a necessidade do mercado, com a disponibilização de coletores e pontos para acondicionamento, coleta e valorização de resíduos.

Para o funcionamento da operação, a Ambipar tem os seus procedimentos gerenciados por um software de gestão de resíduos, constituído de sete etapas: rastreamento, coleta e pesagem, centralização e padronização, geração de relatórios, controle dos documentos, geração de MTR (Manifesto de Transporte de Resíduos) e cadastro de CDF (Certificado de Destinação Final do Resíduo).

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

“O tratamento será realizado através da trituração e coprocessamento em fornos de clínquer dos pneumáticos inservíveis em todas as regiões de atuação. O coprocessamento garante o completo atendimento a PNRS, CONAMA 416 e a Instrução Normativa N°9 do Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis) nos quesitos de tratamento de pneumáticos inservíveis”, declara Rodrigo Bürger, diretor da Ambipar Waste to Energy.

*BrandVoice é de responsabilidade exclusiva dos autores e não reflete, necessariamente, a opinião da FORBES Brasil e de seus editores.

Compartilhe esta publicação: