La Réserve tem uma das melhores vistas da capital francesa

Hotel fica a apenas uma quadra da Champs-Elysées.

Adam Morganstern
Compartilhe esta publicação:
Reprodução/FORBES

Reprodução/FORBES

Acessibilidade


Paris é linda vista de qualquer ângulo, mas vê-la pelas janelas da suíte presidencial do La Réserve é uma experiência única. É possível ver a Torre Eiffel, a Champs-Elysées, o Grand Palais e até a Catedral de Notre Dame do enorme quarto do hotel. A suíte tem sala de estar, bar e até piano.

Mas esse não é o único quarto com vista estonteante. O La Réserve, aberto recentemente, combina o que há de melhor em um hotel grande, mas é pequeno e tem a intimidade de uma boutique. Localizado na Avenue Gabriel, a apenas uma quadra da Champs-Elysées, o local tem quarenta quartos e a maioria é suíte.

O edifício, ao estilo Haussmann, foi construído em 1854, por Charles de Morny, meio irmão de Napoleão III. A propriedade foi completamente renovada por Jacques Garcia – apenas cinco lareiras originais permaneceram.

O objetivo do hotel é ter uma atmosfera de privacidade que seja, ao mesmo tempo, convidativa. As áreas coletivas são aconchegantes, como a biblioteca de madeira escura, que tem vista para o pátio. Atrás dela há um espaço para fumantes e para duas outras áreas, atendidas por um garçom o tempo todo. A piscina de 16 metros fica perto do spa, que tem uma sala pensada especialmente para os homens.

Nos corredores e quartos a decoração é combinada com a tecnologia. Alguns dos aposentos são brancos, com cortinas vermelhas, enquanto outros têm as cores trocadas. Um iPad é usado para controlar a luz, temperatura e pedir serviço de quarto. Além disso, há adaptadores e carregadores disponíveis para os hóspedes.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Le Gabriel, o restaurante do La Réserve, tem 50 lugares e o chef é Jérôme Banctel, que foi anteriormente da cozinha do Le Crillon and L’Ambroisie. Banctel quis começar sua própria cozinha francesa e, por isso, escolheu o Le Gabriel.

Compartilhe esta publicação: