Como o dono e o construtor do novo superiate Flying Fox guardaram segredo por tanto tempo?

Reprodução/Forbes
Com o codinome “Projeto Shu”, a embarcação ficou escondida durante parte de sua produção

Resumo: 

  • O superiate Flying Fox, construído em um estaleiro coberto na Alemanha, foi revelado ao público; 
  • A embarcação é assinada por grandes nomes do design de iates;
  • O Projeto Shu, como era chamado o iate antes de ter seu nome divulgado, tem piscina, helipontos e inúmeros terraços e plataformas.

LEIA TAMBÉM: Conheça o novo superiate TIS da Lürssen

Em uma resposta curta à pergunta do título: eles não esconderam o iate, na verdade. Mas isso não significa que o proprietário experiente — que trabalhou com o cobiçado designer Espen Oieno, o designer de interiores Mark Berryman e o estaleiro Lurssen (grandes especialistas na construção de megaiates, na Alemanha) — não pudesse ao menos tentar.

Por isso, o iate de 450 pés de comprimento (137 metros) e 67 pés de largura (20 metros) foi construído de forma relativamente secreta em um dos enormes estaleiros da cidade. E a embarcação, que tomou bons anos e centenas de milhões de dólares para ser construída (e provavelmente muitos acordos de confidencialidade), sempre foi referida pelo seu codinome: Projeto Shu.

Foi extremamente difícil manter um iate maior do que um campo de futebol em segredo quando ele finalmente emergiu da unidade de construção coberta há alguns meses. E foi ainda mais difícil quando seus testes marítimos no Báltico começaram pouco depois.

Como é possível ver em algumas das imagens, Espen Oeino projetou um elegante exterior para o iate (agora chamado pelo nome real, Flying Fox), que parece esguio apesar de tamanho total.

Reprodução/Forbes
O superiate Flying Fox tem piscina, helipontos e inúmeros terraços e plataformas

O equilíbrio e a proporção do exterior permitem um generoso espaço no convés, que oferece uma gama de opções para os donos e visitantes aproveitarem. Numerosos terraços e plataformas se abrem sobre a água para oferecer um fantástico acesso a ela. Todos os outros elementos exteriores, dos decks para tomar sol e área abertas de entretenimento, aos espaços mais escuros e íntimos, foram projetados para oferecer o mais alto nível de luxo.

Por exemplo, todos os superiates possuem piscinas, mas a do Flying Fox é especial, cobrindo o convés principal de lado a lado. O exterior também é equipado com dois helipontos, o que possibilita o uso de múltiplos helicópteros.

Ainda não foram divulgadas fotos do interior do Flying Fox, mas segundo os comentários, o designer Mark Berryman projetou um espaço calmo e amplo, com cores neutras suaves e acabamentos texturizados.

VEJA MAIS: Conheça o passeio de US$ 55 mil pela Antártica em um superiate

Segundo o que disseram o construtor e o organizador do projeto quando o superiate foi lançado, eles mantiveram o segredo o máximo que puderam.

“Project Shu representa um grande marco para a Imperial”, diz Julia Stewart, diretora da Imperial Yatchs, que trouxe sua experiência para supervisionar a construção do projeto. “Estar envolvida em projetos impressionantes de superiates como esse mostra nossa capacidade e experiência no gerenciamento de super e megaiates, com entregas regulares de grandes projetos supervisados e operados pela nossa equipe desde 2015. Nosso contato com Lurssen, Espen Oeino e Mark Berryman ajudou a realizar uma das mais notáveis embarcações da próxima década.”

O Peter Lurssen, sócio e diretor do estaleiro Lurssen, orgulhosamente declarou: “Shu satisfez os desejos de um proprietário experiente de uma maneira excepcional. O pedido dos donos foi bem claro. Construir essa embarcação foi um desafio significante, e nós estamos muito orgulhosos com essa realização. Ele representa outro marco inesquecível em nossa história.”

O segredo foi revelado agora, e nos deixou atentos para o que pode vir da Lurssen e de Espen Oeino. O estaleiro germânico e o designer norueguês têm estado muito, muito ocupados.

 

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook

Twitter

Instagram

YouTube

Baixe o app de Forbes Brasil na Play Store e na App Store

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).