Novo Defender, ícone da Land Rover, é apresentado no Salão de Frankfurt

A Land Rover está, sem dúvida alguma, apostando que as novas versões do Defender SUV são capazes de muitas coisas, mas principalmente de preencher um espaço em branco na linha de carros atual. A inglesa, atualmente propriedade da indiana Tata Motors, tem com toda certeza a maior credibilidade no mercado, graças à sólida história em construir automóveis robustos e fabricar SUVs antes mesmo de existir um termo da indústria para eles. A marca e a sua linha de modelos luxuosos Range Rover também foram fundamentais em posicionar as SUVs na esfera do luxo, em um tempo que isso era improvável.

Atualmente, a Land Rover possui seis modelos, que partem de US$ 38 mil até US$ 210 mil (valores para o mercado norte-americano), sem contar outros carros da Jaguar. A evolução permitiu que os automóveis passassem de uma usabilidade humilde e mais funcional para aspectos de leveza, suburbano e também de transporte de passageiros.

Com a demanda desenfreada dos consumidores por modelos crossover e SUV, criou-se um “buraco” na linha Land Rover e uma oportunidade crucial para se lançar um novo modelo. A solução para preencher isso e também para acender a sua credibilidade apagada, foi relançar um de seus mais icônicos modelos: o Defender.

O lançamento oficial, ontem (10) no Salão de Frankfurt, apresentou o Defender 90 e o Defender 110, o retorno a um dos mais poderosos e mais procurados modelos. O Defender antigo deixou o mercado global em 2016 após 68 anos, apesar de só ter ficado disponível nos EUA entre os anos 1992 e 1997.

No entanto, o período foi suficiente para abrir o apetite dos habitantes de locais como os Hamptons (no estado de Nova York), Martha’s Vineyard (uma ilha próxima a Massachusetts) e de Malibu (Califórnia), o que criou um comércio de carros usados com preços elevados e também deu origem a uma indústria completa em torno de importações, reforma e upgrades com aqueles que já existiam nos EUA.

A nova versão terá um caminho delicado a percorrer. Por um lado, terá de balancear as demandas off-road do Defender e dos clientes leais à marca. Ao mesmo tempo, precisará estar à altura das expectativas de modernidade e conforto do estilo de comprador que está em ascensão, similar aos clientes que estão impulsionando o “lifestyle truck” a novos patamares. Além disso, também deverá estar de acordo com as regulações globais de índices de acidentes, emissão de poluentes e eficiência.

Como seu precursor, o novo Defender estará disponível em dois tamanhos: de duas portas, o 90, e quatro portas, o 110. O 90 acomoda cinco passageiros em duas divisões, enquanto o 110 possui versões de duas ou três. Ambas versões também oferecem um assento extra.
O modelo 110 estará disponível com um ou dois motores, enquanto o 90, apenas com um. O motor de base, batizado de P300, será na versão 110, um 2-litros turbinado internamente com quatro cilindros e 296 cavalos de potência. O motor opcional no 110 -e único disponível no 90- será um suave-híbrido batizado de P400. Ele se utiliza de um mecanismo de seis cilindros e um supercarregador elétrico, que funciona por meio de uma pequena bateria de lítio, para produzir 395 hp e 406 J de torque.

Ambos os motores serão pareados com câmbio automático de oito velocidades. Naturalmente, o Defender também se mantém confortável em superfícies menos planas. A tração nas quatro rodas é básica em todos os Defenders, embora vá haver versões mais sofisticadas.

Apesar de não ter o design tradicional das antigas SUVs, a própria Land Rover alega que o novo Defender, com estrutura inteira de alumínio, é três vezes mais rígido do que os carros de montagem tradicional body-on-frame. A tecnologia também está presente: é possível acrescentar um espelho de realidade virtual.

O Defender 110 com motor P300 será comercializado a partir de US$ 50,9 mil, quando desembarcar no mercado por volta de junho de 2020. O 110, com motor P400 tem valor inicial de US$ 63,2 mil. Já o Defender 90 será lançado em um momento posterior em 2020, e seu valor permanece em sigilo. O Brasil vai receber o Defender também no próximo ano, porém os valores ainda não foram revelados.

Confira, na galeria de fotos, alguns detalhes do novo Defender:

  • O novo Defender acaba de ser revelado

  • Modelo chegará ao mercado em 2020

O novo Defender acaba de ser revelado

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).