7 dicas para tirar grandes fotos de esportes de ação

GettyImages/ Westend61
Tirar fotos de esportes radicais requer muita preparação e amor pela profissão

Resumo:

  • Fotos de esportes e ação estão em alta, e muitos gostariam de se aventurar nessa seara;
  • Conversamos com um fotógrafo profissional e selecionamos sete dicas para quem quer se dar bem nas imagens;
  • Uma das sugestões é saber escolher o equipamento apropriado para cada sessão.

Com a Olimpíada chegando, muitos entusiastas do esporte estão se preparando para viajar pelo Japão. Se você deseja capturar a ação dos jogos (ou tem curiosidade de filmar eventos esportivos em todo o mundo), há alguns elementos importantes a saber sobre esse estilo de fotografia. Kyle Lieberman é um fotógrafo de Nova York que criou conteúdo para marcas como Red Bull, Toyota, ESPN, Brooks, Merrell, Honda, ASICS e Osprey. Algumas das dicas que ele compartilha incluem preparação mental e física, lentes e equipamentos específicos, bem como a importância de acordar cedo para obter imagens do nascer do sol.

LEIA MAIS: Exposição SP-Foto aproxima fotografia brasileira e cena internacional

Veja na galeria a seguir sete dicas do semifinalista do prêmio de fotógrafos emergentes da Red Bull Illume de 2019:

  • 1. Equipamento

    Todo mundo gosta de falar sobre o mundo das compras, mas o que eu quero deixar claro é que câmeras e lentes são simplesmente ferramentas e todas elas têm o objetivo de criar imagens e estilos específicos. Encontre o que funciona para você e não fique preso às marcas, eu uso vários formatos e marcas porque é o que funciona melhor para o meu estilo de fotografia. Adoro filmes tradicionais, mas aceitaria isso em um trabalho da Red Bull com apenas 10 minutos de ação disponíveis? Provavelmente não, eu ficaria com a minha Nikon D5 porque essa é a ferramenta certa para o trabalho. As mirrorless (câmeras que não possuem espelho para direcionar a imagem que entra pela lente) estão facilitando muito a fotografia de viagens e aventuras, com menos peso e lentes mais nítidas, elas nos permitem ir mais longe e mais rápido.

  • 2. Hidratação

    Isso pode parecer óbvio, mas depois de terminar no hospital após uma escalada de 13 mil pés, considero que essa é uma das lições mais importantes das minhas viagens como fotógrafo de aventura. Eu nunca tinha desidratado antes e, portanto, não entendi o que estava acontecendo. Antes de um longo dia de filmagem, evite fontes termais, elas sugam cada grama de água do seu corpo. Sempre carregue pelo menos dois litros de água. Se você estiver nas montanhas e não houver água limpa, lembre-se de ter um filtro portátil.

  • 3. Preparação física

    Por ser um fotógrafo de esportes de ação, eu não só tenho de ser tão rápido como os atletas de classe mundial que estou fotografando, tenho de ser mais rápido. O que significa que eu preciso treinar como atleta nos meus dias de folga para ficar em forma e competir com os melhores. Você tem de ser um atleta para fotografar atletas. Treinar em altitude e com atletas com um nível de condicionamento físico mais alto são duas maneiras de realmente aumentar seus limites. Se não aguentasse os desafios físicos, não teria metade das fotos no meu portfólio. Nesta imagem, eu estava usando uma Nikon D850 para as cenas de ação de esqui.

  • 4. Preparação mental

    Acredito que a preparação mental seja ainda mais importante do que a preparação física. Ser capaz de se adaptar a condições extremas e tomar decisões em segundos é algo que o separa do resto. Ser um fotógrafo de ação é muito estressante e é comum se encontrar em muitas situações perigosas. Sem ideias claras na mente, isso se torna extremamente difícil. Praticar meditação e ser colocado nessas situações regularmente são as melhores maneiras de se preparar para a inevitável ansiedade.

  • 5. Curiosidade

    Permanecer na trilha é ótimo, elas foram construídas por uma razão e oferecem belas vistas, mas e se você escalasse a cordilheira para ver o que há do outro lado? Algumas das minhas imagens e trabalhos mais memoráveis ​​vieram da exploração de novos lugares e de correr riscos que a maioria não correria. Ter a coragem de inovar é algo que requer prática. Passei muito tempo fotografando em garagens, telhados e prédios abandonados em que eu não deveria estar quando era mais nova, agora estou subindo picos fora da trilha e dirigindo por todas as estradas secundárias para encontrar os lugares mais exclusivos.

  • 6. A companhia certa

    As melhores aventuras são produzidas pelas pessoas por quem você está cercado, um grupo aventureiro de exploradores ajudará você a criar imagens muito melhores do que um grupo de excursão guiado pela Expedia. Fotografar atletas profissionais vai render um trabalho de qualidade muito mais alta e facilitar sua vida como fotógrafo. Escolha sua equipe com cuidado e sempre retribua as boas vibrações.

  • 7. Dedicação

    Ninguém quer acordar às 4h para o nascer do sol, mas é a única maneira de produzir imagens únicas. Esse é um exemplo de dedicação de curto prazo, a dedicação de longo prazo mais importante e muito mais difícil é algo que somente os melhores podem conseguir. Ser um fotógrafo profissional demora, leva anos para construir uma reputação e, no começo, você pagará pela maioria de suas aventuras, e esse é um investimento que não só vale a pena mas também é absolutamente necessário. Essas viagens auto-financiadas resultarão em aventuras ainda maiores e melhores, pagas e produzidas pelos maiores nomes do mundo ao ar livre.

1. Equipamento

Todo mundo gosta de falar sobre o mundo das compras, mas o que eu quero deixar claro é que câmeras e lentes são simplesmente ferramentas e todas elas têm o objetivo de criar imagens e estilos específicos. Encontre o que funciona para você e não fique preso às marcas, eu uso vários formatos e marcas porque é o que funciona melhor para o meu estilo de fotografia. Adoro filmes tradicionais, mas aceitaria isso em um trabalho da Red Bull com apenas 10 minutos de ação disponíveis? Provavelmente não, eu ficaria com a minha Nikon D5 porque essa é a ferramenta certa para o trabalho. As mirrorless (câmeras que não possuem espelho para direcionar a imagem que entra pela lente) estão facilitando muito a fotografia de viagens e aventuras, com menos peso e lentes mais nítidas, elas nos permitem ir mais longe e mais rápido.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).