Como os carregadores da Courant levam luxo à categoria funcional

Reprodução
Startup une moda e tecnologia para produzir os procurados acessórios

“O design é essencial para Courant“, explica Monish Sabnan, cofundador da startup de carregadores de luxo. “Decidimos ser a primeira marca de tecnologia de consumo a realmente viver e respirar no mundo da moda”. A marca foi lançada com o sócio Evan Moskal, na metade de 2018.

A Courant se inspira em boutiques de streetwear, como KITH e John Elliot, além de marcas de tecnologia de ponta como Apple e Sonos. Com parceiros de varejo como Neiman Marcus e Porter, além de colaborações com as principais marcas de roupas e celebridades, a missão dos parceiros de suavizar as comuns arestas grossas presentes no mundo da tecnologia por meio do design de moda foi claramente cumprida.

LEIA MAIS: Por que usar um carregador de celular emprestado pode ser perigoso

A Courant é o segundo empreendimento comercial da dupla, que se conheceu na W&P, uma marca de alimentos e bebidas (negócio também financiado pela Very Great), em 2015. Desde seu primeiro encontro, os dois mantiveram contato.

“Durante esse período, decidimos que nossas habilidades poderiam ser mais úteis aplicadas à nossa própria marca”, explica Moskal. A dupla passou o quarto trimestre de 2017 pesquisando oportunidades e descobriu um cenário aberto na categoria “poder pessoal”.

“Os carregadores sem fio foram e continuam sendo um mercado emergente massivo e sem perspectivas de design. Então, fazia muito sentido correr atrás da nossa ideia.”

Com a experiência de Sabnani na fabricação chinesa, na qual sua família está envolvida há quase 40 anos, e a experiência de Moskal em operações de marca para empresas de produtos de consumo, a dupla lançou os dois primeiros produtos da Courant: o CATCH: 1 e o CATCH: 3, em agosto de 2018 na feira NY Now.

“O objetivo da Courant é trazer a melhor tecnologia da categoria carregadores pessoais em uma forma que ressoe com o consumidor moderno, aquele que espera que o design e a utilidade estejam igualmente presentes nos produtos que compra”, diz Sabnani.

“Analisamos tudo o que fazemos, seja design de produto, web e estilo audiovisual, como uma oportunidade de ficar de fora da estética da indústria tradicional de ‘eletrônicos de consumo’”, acrescenta Moskal. “O DNA do design da Courant, em sua essência, é a intersecção perfeita de tecnologia, moda e cultura”.

Com tantos carregadores sem fio no mercado que parecem enigmáticos ou são feitos de materiais inferiores, a Courant preenche um vazio muito necessário para o consumidor conhecedor de tecnologia que procura uma opção de energia que tenha desempenho e aparência equivalentes.

“Construímos uma cadeia de suprimentos que reúne componentes de fábricas de tecnologia que abastecem algumas das maiores marcas de tecnologia do mundo, além de couro de curtumes, conhecidos por suas décadas de parceria com marcas de designers do setor de moda legado”, explica Sabnani.

VEJA TAMBÉM: Ex-Apple se une a startup que quer o fim dos cabos em smartphones

O foco no design e no desenvolvimento de produtos da Courant é a durabilidade. A maioria das empresas de tecnologia constrói produtos com componentes baratos, que rapidamente se tornam física e esteticamente obsoletos. A Courant faz dispositivos que correspondem às tendências de desenvolvimento dos principais fabricantes de celulares.

“Aprimoramos aspectos como velocidade máxima de carregamento, tipo de plugue, requisitos de voltagem e interoperabilidade da marca sem exagerar no desenvolvimento”, explica Moskal. O tempo é essencial para todas as marcas, e ser o primeiro no mercado nem sempre é um vencedor. “O fator mais importante é liberar o produto certo que funciona com os protocolos corretos no momento mais oportuno.”

O nome Courant vem de “au courant”, uma expressão francesa que significa “informado” ou “atualizado sobre as tendências atuais” ou literalmente “atual”. “Queríamos algo literal, mas não desajeitado ou tecnológico”, diz Moskal.

“O CATCH: 3 foi o nosso produto líder no ano passado e o que mais nos empolgou na época”, compartilha Sabnani. “Fazia muito sentido integrar o carregamento sem fio ao design antigo da bandeja de valete, e não podíamos acreditar que isso ainda não tivesse sido feito. Esse produto foi apresentado na lista de desejos de Oprah Winfrey em 2018 e decolou a partir daí. Foi o garoto-propaganda do que a Courant, a marca, representa e é o nosso best-seller até hoje.”

“Já o CATCH: 2 foi uma das escolhas da Oprah para 2019, o segundo ano consecutivo para a marca ”, diz Sabnani. “Construímos isso para quem nunca usou nada parecido e por causa da frustração com outros carregadores de dispositivos sem fio do mercado, que apresentavam design de duas bobinas, que não perdoariam se você simplesmente desligasse o telefone e levasse a ‘zonas mortas’ onde o telefone ou o dispositivo não carregaria.”

Para resolver esse problema para os usuários, a Courant desenvolveu um design de cinco bobinas, que oferece uma área de superfície maior onde os dispositivos poderiam realmente se conectar. Sabnani continua: “Essa foi uma grande solução para a frustração mais comum no carregamento sem fio historicamente”.

O CARRY é o mais recente produto patenteado da marca e é a primeira estação de carregamento sem fio que oferece mobilidade aos usuários. Até o mês passado, todos os produtos da Courant eram fixos, o que significa que precisavam ser conectados a uma tomada.

“O CARRY traz a Courant para um mundo popular entre as pessoas diariamente, sem a necessidade de cabos”, explica Sabnani. “Ele substitui a maneira como as pessoas veem a energia móvel, porque o padrão atual no mercado é um banco de energia de plástico barato. O CARRY oferece a funcionalidade de entrada e saída sem fio, o que significa que você nunca precisa conectá-lo.”

No que diz respeito à estratégia de distribuição, a marca não fez parceria com varejistas populares mais conhecidos propositadamente. Em vez disso, fizeram parceria com butiques como a Need Supply e lojas de museus como o San Francisco Museum of Modern Art, bem como varejistas como Selfridges, Bloomingdales, West Elm e Anthrolpologie.

A Courant também encontrou um nicho em hospitalidade, que se tornou uma parte significativa de seus negócios. “Com uma atualização tão grande na tecnologia, ocorre uma atualização igualmente grande na infraestrutura que os hotéis devem oferecer para fornecer serviços atualizados aos seus clientes. Estamos reivindicando ser o fornecedor preferencial de propriedades de alto padrão que desejam investir em suas próximas formas de energia nos quartos”, compartilha Moskal.

A marca pode ser encontrada em hotéis-butique como Shutters on the Beach, Lotte NY Palace e Casa Del Mar, além de grandes redes de luxo como Four Seasons, Soho House e Ritz Carlton, em todo o mundo.

“Queremos dobrar a filosofia de que deveríamos estar nas melhores lojas, não apenas o maior número possível de lojas e aumentar nosso alcance em conversas sobre tecnologia e moda”, diz Moskal.

A marca também está de olho em expandir sua presença internacionalmente e está em discussões com vários parceiros para atingir esse objetivo. “Tudo o que usamos em tecnologia de carregamento precisa de energia hoje em dia. Então, vamos investir na categoria para atender às novas necessidades do consumidor moderno.”

>
Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).