Saiba como ter um pedaço do Astoria para chamar de seu

Divulgação
Divulgação

As 375 unidades residenciais serão comercializadas pela imobiliária Douglas Elliman

Inaugurado em 1931, o mais que emblemático Waldorf Astoria já teve entre seus hóspedes habitués Frank Sinatra, Winston Churchill e Grace Kelly.

Com as portas fechadas desde 2017 (três anos após ter sido comprado pela chinesa Anbang por US$ 1,9 bilhão), o empreendimento se prepara para renascer com um hotel totalmente novo e um edifício residencial, batizado de The Towers of the Waldorf Astoria.

LEIA MAIS: De criptas a catacumbas: empresário promove reforma radical na música clássica em Nova York

As 375 unidades residenciais serão comercializadas a partir do primeiro trimestre de 2020 pela imobiliária Douglas Elliman, e a entrega está prevista para 2022.

Entre as áreas públicas prometidas aos futuros proprietários estão: academia de última geração, serviço de concierge, spa, adegas privadas e biblioteca com lounge e um bar. O novo Astoria terá design de interiores do francês Pierre-Yves Rochon e curadoria de obras de arte do leiloeiro Simon de Pury.

Reportagem publicada na edição 74, lançada em janeiro de 2020

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).