Designer Nadine Aysoy cria joias finas para todas as mulheres e ocasiões

Reprodução/Forbes
Reprodução/Forbes

A designer de joias com o icônico par de brincos “Tsarina”

Desde 2017, a designer de joias londrina Nadine Aysoy se empenha para enriquecer suas coleções luxuosas e clássicas com diamantes e outras pedras preciosas. Ao mesmo tempo, está em uma missão paralela de criar joias “semi-finas” para seu público. Como afirma Aysoy, “é claro que as mulheres precisam de joias finas em suas coleções, mas peças do dia a dia bem feitas, bonitas e acessíveis que complementem seu estilo e gerem felicidade também são importantes.”

Com suas joias de abordagem semi-fina, a designer manifesta uma visão pragmática que remete à uma tendência muito utilizada pela famosa designer do século 20 Coco Chanel. A ideia é misturar joias ultrafinas com peças mais extravagantes. Em nossa era impactada pela Covid-19, no entanto, as diversas coleções de Aysoy provam como um designer de joias pode permanecer criativamente relevante e bem-sucedido em um clima econômico altamente volátil.

LEIA TAMBÉM: Conheça o novo espaço da coleção de joias mais importante do mundo

As linhas de joias finas de Aysoy estão disponíveis online em diversos canais varejistas como o Matches Fashion, uma plataforma que apresenta sua coleção “Catena” de ouro 18 quilates, diamantes e pedras preciosas coloridas. Como explica a designer, “Catena significa ‘corrente’ em italiano. A partir disso, os designs desta coleção incorporam minha interpretação sobre os elos de uma corrente”. Por acaso, os modelos da coleção –do bracelete de ouro e diamante ao anel de esmeralda– são clássicos sensualmente arredondados e modernos. Essas peças chiques resistirão ao teste do tempo.

Outro fornecedor online de Aysoy é o Curated Crowd. Essa plataforma de moda e joias conecta designers independentes que produzem edições limitadas com consumidores conscientes. Os destaques aqui incluem a coleção “Celeste”, que brilha com peças feitas de jade branco, granadas tsavoritas, rubis e diamantes, com efeitos dramaticamente originais. O jade branco que Aysoy usa é um material de alta qualidade impregnado de tons cinza-esverdeados. A pedra incorpora um brilho celestial, como nuvens ao amanhecer ou ao pôr-do-sol. “Eu gosto de combinar jade branco com diamantes e pedras coloridas porque tem um tipo de beleza misteriosa que é diferente de qualquer outro material de joalheria”, diz a designer. Embora os diamantes sejam a substância natural mais dura conhecida pela ciência, Aysoy explica que a pedra jade é classificada como “mais resistente” do que os diamantes. “Um diamante pode fraturar facilmente se for cortado no ângulo errado ou se cair no chão de uma determinada maneira”, observa ela. “Jade é mais resistente porque suporta a maioria das batidas ou quedas acidentais.”
Enquanto a La Maison Couture, uma joalheria fina contemporânea, apresenta uma seleção de peças “Celeste”, “Tsarina” e “Catena”, a coleção de esterlinas folheadas a ouro e habilmente esmaltadas de Aysoy, que brilha com esmeraldas cultivadas em laboratório e rubis, está disponível exclusivamente online no site oficial da Switch. Feitas de materiais mais baratos do que os de suas coleções de luxo, as joias vendidas na Switch são semelhantes em aparência e espírito à coleção de joias finas “Celeste”, mas oferecem preços mais baixos. “Como as pessoas estão cada vez mais comprando joias finas online, sinto-me feliz por ser representada por parceiros de varejo que são tão famosos por suas coleções cuidadosamente selecionadas quanto pelo atendimento ao cliente”, diz Aysoy. “A colaboração com a Switch é especialmente empolgante”, ela continua, “esta coleção incorpora grande estilo a preços que são dramaticamente mais baixos do que grande parte de minhas coleções.” Embora Aysoy seja muito discreta para mencionar, suas joias também estão disponíveis no site oficial da joalheria.

Quando nos encontramos pessoalmente em seu showroom em Londres, a designer estava usando um diamante de ouro 18 quilates “Spring Flake” e brincos de pérola barroca de sua coleção “Tsarina”, que têm pinos de ouro de 18 quilates para orelhas furadas. O foco central da coleção “Tsarina” é o floco de neve, inclusive, o elemento superior do brinco Spring Flake é um floco dourado com um peridoto central e diamantes. As gotas pendentes de pérolas barrocas são incrustadas em ouro de 18 quilates e circundadas por um halo de diamantes pavé. Quando alcança atrás de uma de suas orelhas, Aysoy rapidamente remove a gota pendente de pérola. “Versatilidade é a chave para mim”, diz. “Os brincos conversíveis melhoram o seu guarda-roupa e estilo de joalheria, fornecendo dois looks em uma única joia. As mulheres são sempre multitarefas, e suas joias devem ser também.” Em uma de suas mãos, ela também usa uma pérola de ouro 18 quilates do Mar do Sul altamente escultural e um anel de diamante de sua coleção “Mille et Une Feuilles”. O efeito geral dessas peças é silenciosamente luxuoso. Clássico, mas romântico: o oposto de moderno e espalhafatoso. “Eu desenho para mulheres que usam joias porque apreciam um design de qualidade. Não estão em busca das maiores pedras preciosas do mercado”, explica.

VEJA TAMBÉM: Nova instalação da Cartier em Macau vende itens exclusivos de até US$ 2,3 milhões

Nascida em Antuérpia, na Bélgica, Aysoy cresceu aprendendo sobre pedras preciosas no escritório de seu avô, o negociante de diamantes P.N. Ferstenberg. Tendo se distinguido como um dos principais revendedores do país ao longo de sua vida, o governo da Bélgica concedeu-lhe o título honorífico de “Decano da Indústria de Diamantes”. Assim como seu avô, Aysoy tem um profundo conhecimento sobre a joia, além de saber como usá-la da melhor forma em um determinado design. Ao contrário dele, porém, a designer frequentou a escola de negócios na Suíça e trabalhou no mundo altamente competitivo de bancos privados. Ela também começou uma família enquanto trabalhava no mercado financeiro. “Eu projetei e redesenhei meu anel de noivado e outras joias para ter algo mais criativo.” Eventualmente, a atração pelo design de joias ficou muito forte e a fez mudar de carreira. Depois de concluir os estudos gemológicos na Suíça, mudou-se para Londres e mandou fazer protótipos para sua primeira coleção. Fechando o círculo com a tradição de sua família, alguns dos ex-associados de seu avô aconselharam Aysoy sobre a obtenção de diamantes.

Apesar dos desafios de fazer negócios durante a pandemia de 2020, a designer está avançando a todo vapor. As perspectivas econômicas são incertas, mas ela tem certeza do desejo das mulheres de se enfeitarem, bem como de sua vocação. “Ser designer de joias é significativo. Eu crio adornos que dão prazer às mulheres, que acabarão passando suas joias para os familiares.” Sobre o seu papel no mercado, ela ainda arrisca: “Quando você cria uma joia, está contribuindo com beleza para o mundo, bem como para o futuro”

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).