Guia traz roteiro para 24 horas em Istambul

Divulgação
Divulgação

A Cisterna da Basílica também é conhecida como Palácio Submerso

Dividida entre Europa e Ásia pelo estreito de Bósforo, Istambul, de 15 milhões de habitantes, foi fundada por gregos, tornou-se capital do Império Bizantino e, na Queda de Constantinopla (1453), foi tomada pelos turcos.

1 Cisterna da Basílica
2 Grande Bazar
3 Pandeli
4 Bairro Nisantasi
5 Café Pierre Loti
6 Restaurante Acqua
7 Long Bar

Veja, na galeria de fotos a seguir, nossa sugestão de roteiro:

  • 9h
    MANHÃ HISTÓRICA
    CISTERNA E MESQUITA AZUL

    Comece o dia na Cisterna da Basílica, também conhecida como Palácio Submerso, do ano de 532. Ao sair, passe por Santa Sofia, recentemente reconvertida em mesquita, após hiato de 85 anos. Para finalizar a manhã, imperdível: tour na Mesquita Azul (única na cidade com seis minaretes), que tem em seu interior mais de 20 mil azulejos azulados.

    Divulgação
  • 11h
    HORA DE PECHINCHAR
    GRANDE BAZAR

    O agitado e colorido Grande Bazar é um clichê que vale a pena – a começar pela charla com os comerciantes. Perca-se pelos corredores e se surpreenda com a variedade de produtos. Algumas lojas são paradas certeiras. Para tecidos feitos à mão, procure a Yazzma. Se a vontade é encontrar joias únicas, a grife Timuçin é uma boa opção.

    Divulgação
  • 13h
    CORDEIRO FAMOSO
    RESTAURANTE PANDELI

    Em funcionamento desde 1901, o restaurante turco Pandeli fica no Bazar das Especiarias. O menu é focado em pratos típicos, preparados da forma clássica. Comece pelas dolmas (vegetais recheados). Entre as opções de principais, o Geleneksel kuzu etli Hünkâr beğendi (cordeiro acompanhado por purê de berinjela) é o prato mais famoso.

    Divulgação
  • 15h
    CAFÉ E LIVROS
    BAIRRO NISANTASI

    Passear sem rota definida pelo bairro Nişantaşı, localizado na parte europeia de Istambul, é uma ótima forma de aproveitar a tarde sem muito compromisso. Pausa para um café na MOC Istambul. Na sequência, siga para a livraria Patika, especializada em livros raros.

    Divulgação
  • 17h30
    CÉU DOURADO
    CAFÉ PIERRE LOTI

    A “golden hour” (momento que antecede o pôr do sol e a luz ganha uma cor linda) é privilegiada no topo da colina Pierre Loti, que descortina vista ao Corno de Ouro. A recomendação é curtir a melhor hora do dia no café Pierre Loti, bebericando um chá turco. No passado, Loti (1850-1923), o escritor e oficial da marinha francesa, vivia por lá.

    Divulgação
  • 19h30
    JANTAR SOB AS ESTRELAS
    RESTAURANTE ACQUA

    A visão noturna do Bósforo é um deleite por si só. O terraço do restaurante Acqua, no complexo do hotel Four Seasons, é perfeito para um jantar mediterrâneo com influências da culinária italiana. Outra boa opção é o luxuoso restaurante Tuğra, no Palácio Çırağan (atualmente Hotel Kempinski).

    Divulgação
  • 22h
    ÚLTIMO DRINQUE
    LONG BAR

    Termine a noite no Long Bar do hotel Raffles, uma reprodução do bar assinatura do hotel Raffles de Singapura (onde foi criado o famoso coquetel Singapura Sling, que tem em sua base licor de cereja e gin, em 1915).

    Divulgação

9h
MANHÃ HISTÓRICA
CISTERNA E MESQUITA AZUL

Comece o dia na Cisterna da Basílica, também conhecida como Palácio Submerso, do ano de 532. Ao sair, passe por Santa Sofia, recentemente reconvertida em mesquita, após hiato de 85 anos. Para finalizar a manhã, imperdível: tour na Mesquita Azul (única na cidade com seis minaretes), que tem em seu interior mais de 20 mil azulejos azulados.

Reportagem publicada na edição 81, lançada em outubro de 2020

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).