Cartão de Tom Brady novato é vendido por valor recorde de US$ 1,32 milhão

Mark J. Rebilas-USA TODAY Sports/Reuters
Mark J. Rebilas-USA TODAY Sports/Reuters

Tom Brady venceu seis Super Bowls com o New England Patriots e foi campeão na última temporada com o Tampa Bay Buccaneers

Tom Brady, quarterback do Tampa Bay Buccaneers, acrescentou outro recorde ao seu longo currículo quando um cartão de sua temporada de estreia foi vendido por US$ 1,32 milhão em um leilão virtual, o preço mais alto já pago por um cartão da Liga Nacional de Futebol Americano (NFL), disse a casa de leilões.

O cartão autografado 2000 Playoff Contenders Championship, um de somente 100 do tipo em todo o mundo, foi adquirido por James Park, fã de longa data de Brady.

LEIA MAIS: Conheça as propriedades multimilionárias de Tom Brady

“Morei em Boston durante 10 anos, e por isso sou um grande fã de Brady. A última vitória no Super Bowl foi uma conquista de enlouquecer”, disse Park em um comunicado publicado na conta de Instagram da casa de leilões PWCC Marketplace.

Reprodução
Reprodução

Cartão de Tom Brady vendido por US$ 1,32 milhão

“Também tenho amor por colecionar cartões desde menino. Dado o status incontestável de Brady de Goat (maior de todos os tempos, em inglês) do futebol americano, este cartão é uma peça importante na história do esporte e em qualquer coleção.”

Em fevereiro, o cartão autografado da temporada de estreia do quarterback do Kansas City Chiefs Patrick Mahomes foi vendido por US$ 861 mil em um leilão virtual.

Brady, considerado por muitos o maior quarterback da história, venceu seis Super Bowls em 20 temporadas com o New England Patriots. Ele migrou para o Bucs no ano passado e levou o time ao seu primeiro título de Super Bowl desde 2003 no mês passado. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).