Suíça anuncia reabertura das fronteiras para brasileiros no próximo sábado

Por conta da evolução positiva da situação epidemiológica no país europeu, a partir do dia 26 de junho as restrições serão flexibilizadas.

Redação
Compartilhe esta publicação:
Getty Images
Getty Images

Desde 31 de maio, a Suíça trabalha com medidas flexíveis, como a reabertura de bares e restaurantes

Acessibilidade


Nas últimas duas semanas, as montanhas suíças foram pano de fundo perfeito para um dos momentos mais aguardados pela população desde o início da pandemia do novo coronavírus: a diminuição expressiva dos casos. De acordo com o aumento do número de pessoas vacinadas, o país registrou apenas 60 casos a cada 100 mil habitantes nos últimos 15 dias.

Desde 31 de maio, a Suíça trabalha com medidas flexíveis, como a reabertura de bares e restaurantes. No entanto, com a diminuição dos casos, na quinta fase de flexibilização, já não há restrições de número de pessoas dentro de um estabelecimento e obrigatoriedade de máscara em eventos de grande escala – mas isso, é claro, com a apresentação do certificado de vacinação. Eventos culturais e esportivos também já voltaram à ativa, enquanto as escolas retomaram com restrições de capacidade.

LEIA MAIS: Fotos exclusivas: Superiate inspirado em carro da Ferrari estreia na Europa

Embora o país ainda recomende o trabalho em home office, as coisas, finalmente, estão voltando ao normal, o que é um grande alívio para todos. Foi pensando nesse cenário de evolução que o país decidiu flexibilizar o turismo também. Em tempos de verão europeu, o Conselho Federal anunciou, na manhã de hoje (23), a flexibilização das restrições das medidas de saúde na fronteira para as pessoas que entram na Suíça a partir do próximo sábado (26).

Para visitantes da União Europeia, a quarentena está suspensa e a exigência de teste PCR negativo é pedido apenas para pessoas que não foram completamente vacinadas com as duas doses ainda – e, claro, pessoas que ainda não se recuperaram da Covid-19. E, para os países que estão na lista de regiões de risco, ou seja, áreas em que variantes do vírus circulam, como Reino Unido, Índia, Brasil, Canadá, África do Sul e Nepal, a medida é a mesma.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Segundo o Serviço Federal de Saúde Pública da Suíça, os visitantes desses países que foram completamente vacinados com as duas doses da vacina também terão permissão para entrar no país sem precisar fazer o teste PCR ou cumprir quarentena. Na prática, isso significa que a fronteira está aberta para todos aqueles que estiverem vacinados, mesmo que os visitantes sejam dos países onde a variante Delta está difundida.

As vacinas aceitas no país atualmente são aquelas aprovadas pela OMS (Organização Mundial da Saúde): BioNTech, Moderna, Pfizer, Janssen, AstraZeneca, Sinovac (Coronavac), Sinopharm e Serum Institute of India.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: