Trajes da realeza britânica, incluindo vestido de casamento de Diana, são exibidos em Londres

A exibição está instalada no Palácio de Kensington

Redação
Compartilhe esta publicação:
Hannah McKay/Reuters
Hannah McKay/Reuters

“Royal Style in the Making” contempla as obras de estilistas e seus clientes da realeza

Acessibilidade


O volumoso vestido marfim que a princesa Diana usou ao se casar com o príncipe Charles em 1981 está à mostra em sua antiga casa de Londres e é parte de uma nova exibição que destaca uma seleção de trajes usados por membros da família real do Reino Unido.

“Royal Style in the Making” contempla as obras de estilistas e seus clientes da realeza, e conta com peças criadas para a rainha-mãe Elizabeth, a princesa Margaret e Diana, além de esboços, amostras de tecido e fotos da Coleção Real de Trajes Cerimoniais.

LEIA MAIS: Príncipe Harry e Meghan anunciam nascimento de Lilibet Diana, segunda filha do casal

Entre os trajes mais reconhecíveis está o vestido de casamento de tafetá e renda de Diana, composto por um corpete, uma saia inteira, mangas bufantes e uma cauda de cerca de 7,5 metros. Criado por David e Elizabeth Emanuel, o vestido foi emprestado pelos filhos de Diana, os príncipes William e Harry.

“Agora estamos todos familiarizados com aquele formato emblemático, tão típico da moda do início dos anos 1980, grandes mangas bufantes, muito romântico e de inspiração retrô”, disse Matthew Storey, curador da exibição.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

“Mas quando você vem à exibição, o que você aprecia são os detalhes, a renda antiga, a renda moderna que foi criada para imitá-la, que reveste toda a cauda de 7,5 metros, tudo isto decorado com milhares de lantejoulas iridescentes para que todo o vestido cintile”.

Entre os outros itens está uma toile rara que sobreviveu de um vestido usado pela rainha-mãe Elizabeth na coroação do rei George sexto em 1937.

A exibição, que foi inaugurada na semana passada e vai até janeiro, está instalada no Palácio de Kensington, onde Diana morou até morrer em um acidente de carro em Paris em 1997. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: