7 hospedagens de luxo para curtir a serra em São Paulo

Divulgação
Divulgação

Com hospedagens de alto padrão e infraestrutura completa em meio à natureza, há ótimos locais para escapar da rotina durante a pandemia

Acostumados ao calor durante praticamente o ano todo, os brasileiros, ao presenciarem temperaturas um pouco mais amenas, logo começam a planejar uma temporada nos charmosos destinos de serra. Com hospedagens de alto padrão e infraestrutura completa em meio à natureza, há ótimos locais para escapar da rotina durante a pandemia sem precisar se expor a aglomerações e riscos – principalmente entre agosto e setembro, períodos que sucedem a alta temporada, quando a procura é muito maior.

Apesar da Serra Gaúcha ser uma das preferidas dos turistas brasileiros para o inverno – um estudo da plataforma Decolar apontou que Gramado foi o destino mais procurado nas férias de julho -, quem vive no Sudeste não precisa ir muito longe para encontrar hotéis para curtir o frio com conforto, aconchegar-se perto de uma lareira e tomar bons vinhos.

LEIA MAIS: Família da Sicília luta para manter vivo o legado de vinhedos vulcânicos

Pensando nisso, a Forbes selecionou 7 hospedagens de luxo nas serras do estado de São Paulo, todas acessíveis de carro, a poucas horas da capital paulista e até do Rio de Janeiro. Confira quais são elas na galeria de fotos a seguir:

  • Six Senses Botanique

    Localização: Entre Campos do Jordão, São Bento do Sapucaí e Santo Antônio do Pinhal

    Primeira unidade nas Américas da rede de luxo internacional Six Senses (originária da Tailândia), o hotel boutique fica em meio aos morros da Serra da Mantiqueira. São sete suítes no edifício principal e 13 villas, de 100 a 350 metros quadrados (a maior delas tem até piscina particular), com lareiras, visual intimista e incríveis vistas para o vale. Destaque para o complexo de spa, que inclui quatro salas de tratamento, salão de beleza, sauna seca e a vapor com “chuva” da floresta tropical, uma piscina isotônica e sala de flutuação em água salgada. As diárias podem passar dos R$ 4.000, dependendo da acomodação e época da viagem.

    Divulgação
  • Fazenda Santa Vitória

    Localização: Queluz

    No Vale do Paraíba, a fazenda fundada em 1850, durante o ciclo do café, une estilo colonial, isolamento na natureza e conforto com luxo. São quatro tipos de hospedagem, entre elas as casas da montanha (isoladas no alto de um vale, com vista para a Serra da Mantiqueira) e as casas do pomar (integradas às plantações e à natureza e mais afastadas da sede).

    Destaque para a culinária sazonal de inspiração caipira do chef mineiro Vitor Rabelo, com ingredientes cultivados na propriedade de mais de 4.000 hectares. O hotel-fazenda tem, ainda, um caldário (espécie de termas, com água aquecida a lenha), passeios de bicicleta e a cavalo e fica próximo a uma cachoeira em meio à floresta tropical. Diárias para casal, com tudo incluso, começam em R$ 2.200.

    Divulgação
  • Hotel Boutique Quebra-Noz

    Localização: Campos do Jordão

    Com 20 mil metros quadrados, o hotel de arquitetura inspirada em uma antiga cabana de montanha conta com 29 acomodações. Destaque para os bangâlos de 100 metros quadrados com vista para o bosque que cerca a propriedade e uma varanda exclusiva. O estabelecimento ainda reúne uma piscina aquecida de borda infinita, adega com cerca de 150 rótulos diferentes e spa com sauna, ofurô e massagens. As diárias começam em R$ 1.700 e podem chegar a mais de R$ 12 mil no caso das acomodações mais luxuosas.

    Divulgação
  • Pousada Quinta dos Pinhais

    Localização: Santo Antônio do Pinhal

    Localizado a 1.400 metros de altitude, a hospedagem tem impressionantes vistas para a Serra da Mantiqueira e a Pedra do Baú. São quatro tipos de acomodações: moradas, vivendas, chalés e casa de campo – algumas com piscinas privativas, banheira de hidromassagem, sauna, lareira e vistas panorâmicas nas alturas que fazem os hóspedes se sentirem nas nuvens.

    Já a estrutura comum da pousada conta com piscina aquecida, saunas seca e úmida, spa da L’Occitane com massagens e banhos de imersão com vista para as montanhas, trilhas, pesca, passeios a cavalo, lago, horta, além de um bistrô. As diárias começam em cerca de R$ 2.000 e podem ultrapassar R$ 26 mil para grupos grandes, de até 10 pessoas.

    Divulgação
  • Hotel Toriba

    Localização: Campos do Jordão

    A 1.800 metros de altitude em uma área privativa de quase 2 milhões de metros quadrados, o Toriba foi construído em 1943 com estilo alpino. Tem estrutura completa digna de um resort, que reúne, entre muitos atrativos, spa da L’Occitane, piscina aquecida de 25 metros, sauna, um bosque de bromélias e araucárias, fazendinha com animais domésticos e quatro restaurantes (entre eles, um que serve fondue). Os valores das diárias começam em R$ 1.100.

    Divulgação
  • Berg Hotel Ort

    Localização: Campos do Jordão

    Construído em 1943, o hotel foi totalmente reformado e conta com design inspirado no estilo bávaro dos anos 1940 aliado a toques modernos. Mais de 40 de suas acomodações, de um total de 69, foram renovadas, com destaque para os reclusos chalés de até 175 metros quadrados e estilo rústico-chique que reúnem lareiras internas e externas, terraço, jardins, banheira, travesseiros e colcha em pluma de ganso e banheiros com pisos aquecidos.

    O Ort ainda conta com uma piscina coberta e climatizada, sauna, spa, um bar com shows ao vivo e dois restaurantes, um de influência austríaca, alemã e suíça (que serve fondue) e outro italiano. Entre as atividades, os hóspedes podem aproveitar passeios a cavalo, mountain bike, escalada indoor, passeios de UTV (uma espécie de mistura de carro e quadriciclo) e visitas à Vinícola Villa Santa Maria e à Oliq Azeites. As diárias começam em R$ 800, a depender da acomodação.

    Divulgação
  • Cabana Home Hotel

    Localização: Araçoiaba da Serra

    Com uma vista privilegiada das montanhas paulistas, este hotel estilo glamping oferece uma experiência única em meio à natureza: as cabanas bolha, acomodações totalmente transparentes para quem quer passar a noite admirando as estrelas, os animais (especialmente vagalumes) e a floresta nativa da região. Para quem prefere um pouco mais de privacidade, o estabelecimento também conta com cabanas tradicionais de design rústico, na mata e nas árvores, com muita madeira, cozinha ao estilo caipira, banheira e banheiro de vidro, para tomar banho com a vista da serra. Ideal para casais, as diárias custam, em média, R$ 1.600.

    Divulgação

Six Senses Botanique

Localização: Entre Campos do Jordão, São Bento do Sapucaí e Santo Antônio do Pinhal

Primeira unidade nas Américas da rede de luxo internacional Six Senses (originária da Tailândia), o hotel boutique fica em meio aos morros da Serra da Mantiqueira. São sete suítes no edifício principal e 13 villas, de 100 a 350 metros quadrados (a maior delas tem até piscina particular), com lareiras, visual intimista e incríveis vistas para o vale. Destaque para o complexo de spa, que inclui quatro salas de tratamento, salão de beleza, sauna seca e a vapor com “chuva” da floresta tropical, uma piscina isotônica e sala de flutuação em água salgada. As diárias podem passar dos R$ 4.000, dependendo da acomodação e época da viagem.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).