Por que um álbum de 40 anos do Queen voltou a dominar as paradas musicais

Na 2ª e 3ª posições no Reino Unido e nos EUA, o disco da banda de rock tem feito sucesso com vendas de CD, fita cassete e vinil

Nicholas Reimann
Compartilhe esta publicação:
Reprodução/Forbes
Reprodução/Forbes

Na 2ª e 3ª posições no Reino Unido e nos EUA, o disco da banda de rock Queen tem feito sucesso com vendas de CD, fita cassete e vinil

Acessibilidade


Em uma era dominada pelos streamings e em que as tendências mais recentes começam no TikTok, a banda de rock clássico dos anos 1970 Queen está alcançando o topo das paradas à moda antiga: pela venda de CDs, fitas cassete e discos de vinil.

O álbum “Greatest Hits”, com músicas como “Bohemian Rhapsody” e We Are the Champions”, ficou em terceiro lugar na parada de mais vendidos da Billboard esta semana. E ele está se saindo ainda melhor na terra natal da banda, o Reino Unido, onde alcançou a segunda posição na lista de álbuns da Official Charts Co. na semana passada – com apenas 270 vendas a menos do que o disco “Sour”, da cantora norte-americana Olivia Rodrigo, que lidera as vendas nos EUA e no Reino Unido.

LEIA MAIS: Dos Beatles aos clássicos da Broadway: os 5 catálogos musicais mais valiosos do mundo

O salto de popularidade vem após o relançamento do álbum em seu 40º aniversário em 2 de julho, além de 2021 também marcar os 50 anos da formação original da banda. 

O relançamento marcou uma corrida pelas cópias físicas, que correspondem a vasta maioria das vendas. De acordo com a Official Charts Co., 78% das vendas na semana passada vieram de CD, cassete ou vinil.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Mais de 25 milhões: esse é o número total de álbuns do “Greatest Hits” vendidos desde seu lançamento, em 1981. É o disco mais popular da história do Reino Unido, acumulando cerca de 6,75 milhões de vendas em julho.

Os sucessos do Queen são considerados icônicos por uma legião de pessoas e tiveram um bom desempenho nas paradas ao longo das décadas. Mas o interesse pela banda e pelo álbum “Greatest Hits” foi especialmente renovado com o lançamento e sucesso comercial da cinebiografia de Freddie Mercury,  “Bohemian Rhapsody”, em 2018.

O disco está entre os 35 primeiros na parada do Reino Unido desde 2019 e passou a maior parte das semanas deste ano entre os 10 melhores, à medida que o interesse cresceu ainda mais com o 50º aniversário da banda. O álbum também teve um bom desempenho nos Estados Unidos, embora não no mesmo nível do Reino Unido: “Greatest Hits” esteve no top 40 na parada “Top Album Sales” da Billboard todas as semanas de 2021, aparecendo no top 20 em muitas dessas semanas.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: