Ana Marcela conquista medalha de ouro na maratona aquática feminina em Tóquio

Leonhard Foeger/Reuters
Leonhard Foeger/Reuters

Ana Marcela Cunha, do Brasil, conquistou o ouro na competição de maratona aquática feminina de 10 km

A nadadora brasileira Ana Marcela Cunha conquistou a medalha de ouro na maratona aquática feminina na Olimpíada de Tóquio, hoje (4) (horário local), fechando a prova com 10 km de distância em pouco menos de duas horas.

Sharon van Rouwendaal, da Holanda, que havia conquistado o título olímpico nos Jogos do Rio em 2016, ficou com a prata, e Kareena Lee, da Austrália, levou o bronze.

LEIA TAMBÉM: 10 filmes sobre espírito esportivo para quem está no clima da Olimpíada

Ana Marcela, que disputou sua primeira Olimpíada com apenas 16 anos nos Jogos de Pequim 2008, é um dos principais nomes do esporte no cenário internacional, mas nunca havia conquistado uma medalha olímpica.

As nadadoras enfrentaram as águas do Parque Marinho de Odaiba, com nuvens baixas e um céu azul proporcionando uma sombra acolhedora do sol escaldante no início do dia na capital japonesa.

Com quase nenhum vento e pouca corrente, a prova se tornou uma demonstração de resistência e tática.

As principais candidatas a medalhas seguraram o ritmo no início da competição e gradualmente ganharam ritmo ao longo da prova. A brasileira esteve sempre entre as primeiras colocadas, liderando a maior parte da prova.

A medalha de Ana Marcela foi a segunda seguida do Brasil na maratona aquática feminina, após o bronze de Poliana Okimoto na Rio 2016. (Com Reuters)

 

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).