Viaje pelo mundo no estilo 007: seis destinos dos maiores filmes de James Bond

Locais luxuosos como o Palácio Estoril Hotel, em Portugal, e a Villa Del Balbianello, na Itália, fazem parte da lista.

Shelby Knick
Compartilhe esta publicação:
Reprodução Forbes
Reprodução Forbes

Na cidade italiana de Lenno, na província de Como, a Villa del Balbianello tem vista para o famoso Lago Como. Fica na ponta de uma pequena península arborizada, perto da Isola Comacina. A vila é famosa por seus jardins elaborados

Acessibilidade


Nos cinemas desde 1962, o personagem eternamente hábil de James Bond definiu o clássico thriller de espionagem por décadas, fazendo de 007 um nome familiar no cinema e na cultura pop. O vigésimo quinto filme da série, lançado nos cinemas este mês, prova que o legado continua vivo, mesmo com o ator de longa data de Bond, Daniel Craig, fazendo sua despedida de seu smoking depois de manter o papel por quinze anos.

Quer você tenha assistido a cada minuto da saga de Bond ou apenas entrado no movimento com “Sem Tempo para Morrer”, você provavelmente notou que 007 é um cidadão do mundo, voando para o próximo ponto de encontro ultrassecreto com, aparentemente, um movimento do pulso.

LEIA TAMBÉM: Conheça Suttirat Larlarb, a figurinista por trás do novo filme do James Bond

Os locais escolhidos para os filmes de Bond correspondem ao ritmo da história com estética forte, história relevante e, o mais importante, majestade incomparável como pano de fundo do agente mais misterioso da Grã-Bretanha. Os seguintes destinos internacionais podem estar espalhados por todo o mundo, mas você reconhecerá que todos tiveram papéis cruciais na série Bond.

Planejar seu próximo itinerário em torno de cenas famosas é uma ótima maneira de experimentar uma arquitetura impressionante pelos olhos do mestre da espionagem mais memorável do século 20.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Old War Office Building, Londres

Reprodução Forbes
Reprodução Forbes

O edifício governamental Old War Office Building, em Londres, sedia o MI6, o Serviço Secreto de Inteligência nos filmes de Bond; na vida real, ficou famoso por hospedar Winston Churchill durante a Segunda Guerra Mundial

Filmes: “007 Contra Octopussy” (1983), “007 Na Mira dos Assassinos” (1985), “Licença para Matar” (1989), “Operação Skyfall” (2002) e “007 Contra Spectre” (2015).

Não há melhor lugar para começar sua missão Bond do que a cidade natal de nosso herói, Londres, ou, mais especificamente, ao longo da Whitehall Road. Seguindo de norte a sul para conectar Trafalgar e Parliament Square, o caminho passa por algumas das atrações mais conhecidas de Londres como Parliament Street, Big Ben, Westminster Abbey, Downing Street e The Old War Office Building, que apareceu em cinco filmes Bond até agora.

O edifício é mais famoso por hospedar Winston Churchill durante a Segunda Guerra Mundial, mas também foi o local de trabalho de Ian Fleming, o autor dos doze romances originais de James Bond. Nos filmes, o prédio, adornado com detalhes barrocos, sedia o MI6, o Serviço Secreto de Inteligência que fornece a James importantes missões para completar e vilões para derrubar.

Embora você atualmente não possa visitar o prédio, é fácil incorporar uma volta ao redor de sua fachada em um passeio a pé pelo bairro mais popular de Londres. Embora já tenha passado um tempo desde que seus escritórios de guerra foram usados ​​nas principais operações de defesa, o prédio está sendo transformado em um hotel e residência pelo grupo de hospitalidade de luxo Raffles.

Oitenta e cinco apartamentos foram colocados à venda no verão passado, e tanto as residências quanto o hotel de 125 unidades terão uma grande inauguração oficial em 2022. Se você quer incrementar ainda mais sua viagem pela Londres de Bond com uma estadia no Old War Office Building (também conhecido como OWO), fique atento para as datas de abertura e reservas!

LEIA MAIS:10 melhores viagens para as férias de 2022

Villa Del Balbianello, Itália

Filme: “007 – Casino Royale” (2006)

Local de algumas das cenas mais marcantes de Casino Royale, a Villa del Balbianello é um impressionante ponto de visita durante qualquer viagem à Itália. Com vista para a costa oeste do Lago Como, a Villa está localizada em Lenno, perto da fronteira norte da Itália com a Suíça.

Aberta para eventos privados, e para excursões semanais, o complexo ostenta uma história digna da realeza; e a energia implacável de Bond de Casino Royale. A península onde a vila foi construída era um local conhecido como um mosteiro franciscano do século 13, cujos elementos foram preservados quando a estrutura atual foi construída pelo cardeal Angelo Maria Durini no final do século 18.

Depois de passar por muitas mãos ao longo de duzentos anos e hospedar vários tipos de empreendimentos, a vila acabou nas mãos do conde Guido Monzino, que é mais conhecido por liderar a primeira escalada italiana ao cume do Monte Everest. O local pertence agora ao National Trust da Itália e está aberto ao público.

Junto com móveis, esculturas e pinturas do século 17, a vila também tem artefatos das viagens de Monzino, arcos extensos, vistas à beira do lago e jardins exuberantes que permitem que você se coloque dentro de Casino Royale, e o levam também de volta a outra era, cheia de solidão, opulência e romantismo italiano.

Reserve os passeios com antecedência para garantir o seu lugar; em termos de acomodações próximas, considere o Grand Hotel Tremezzo para completar a estadia. Para uma visita especial, considere o Venetian Limousine Tour com tema 007 da Lake Como Travel, que inclui vistas das cidades ao longo do Lago Como, uma ponte romana e um tour privado guiado por Villa Balbianello.

Taj Lake Palace

Reprodução Forbes
Reprodução Forbes

O resort cinco estrelas de luxo Taj Lake Palace, em Udaipur, no lago Pichola, na Índia, aparece como casa flutuante de uma das estrelas do filme “007 Contra Octopussy”

Filme: “007 Contra Octopussy” (1983), Índia

Apresentado em “007 Contra Octopussy” (1983), como a residência flutuante de uma das estrelas do filme, o Taj Lake Palace Hotel perto de Udaipur, Índia, é um resort cinco estrelas de luxo que já contou com Jackie Kennedy como um de seus hóspedes de elite. Hoje, o hotel realmente parece flutuar, com seu exterior branco perolado situado à beira do Lago Pichola.

Construído em meados do século 18 como a casa de inverno de Maharana Jagat Singh, o palácio mostra sua história real em todos os detalhes, desde um serviço impecável até paredes revestidas de mármore e pavões desfrutando do terreno. Sessenta e seis quartos, dezessete suítes, terapia de spa personalizada, dois restaurantes gourmet e um bar especializado em coquetéis exóticos são apenas algumas das coisas que fazem o Taj Palace parecer parte de um mundo distante.

Tenha certeza de que seu quarto tem vista para o lago Pichola e para as luzes de Udaipur, que fica perto o suficiente para ser explorada durante o dia. À noite, caminhe pelos jardins, ouça as fontes escorrendo ao anoitecer e aprecie a grandeza absoluta de uma mansão digna do inimigo mais elegante de James Bond.

Palácio Estoril Hotel, Portugal

Reprodução Forbes
Reprodução Forbes

Com 90 anos de história, o Palácio Estoril Hotel, em Portugal, foi cenário de filme de James Bond e há rumores de que também abrigou espiões na Segunda Guerra Mundial

Filme: “007 a Serviço Secreto de Sua Majestade” (1969)

Como nos antigos gabinetes de guerra, o Palácio Estoril Hotel é mais um edifício por onde Ian Fleming passou durante sua gestão como oficial de Inteligência Naval Britânica. O hotel, situado na costa portuguesa, era um dos favoritos entre membros da realeza e figuras políticas europeias, e há rumores de que já viu espiões da Segunda Guerra Mundial.

Em 1969, o Palácio serviu como hotel de Bond em “007 a Serviço Secreto de Sua Majestade”; o elenco e a equipe técnica também permaneceram no local enquanto o filme era filmado. Para além da intrigante história de Bond, o Palácio Estoril tem serviços de bem-estar, campo de golfe e 156 quartos e suítes.

Tendo acabado de comemorar seu nonagésimo aniversário, o interior do hotel remete a uma época de salas de conferências ultrassecretas, celebridades políticas e glamour de meados do século, ao lado de recursos altamente contemporâneos como o Banyan Tree Spa, completo com banhos termais. O palácio ergue-se sobre a costa atlântica, a minutos de praias, lojas, locais culturais e da capital portuguesa. Se você está planejando sua viagem pelos destinos do Bond europeu, Estoril é uma parada necessária, perfeitamente situada entre os pontos de interesse de 007 desde a Grã-Bretanha até a Itália.

Schilthorn – Piz Gloria

Reprodução Forbes
Reprodução Forbes

Piz Gloria era a casa do vilão do filme “007 a Serviço Secreto de Sua Majestade”, no monte Schilthorn, na Suíça. Agora, é o nome de um restaurante giratório. O local tem vista para os famosos picos Eiger, Mönch e Jungfrau

Filme: “007 a Serviço Secreto de Sua Majestade” (1969)

A montanha Schilthorn, nos Alpes de Berna, na Suíça, é um local vital em “007 a Serviço Secreto de Sua Majestade”, para onde Bond viaja na esperança de frustrar as intenções de outro supervilão. As encostas íngremes de Schilthorn eram o cenário ideal para o esconderijo do rival de Bond, Blofeld.

O romance original em que o filme se baseia chama a residência de montanha de Blofeld de Piz Gloria, que atualmente é o nome do restaurante giratório de Schilthorn. Parte da estação de teleférico local, Piz Gloria fica acima das nuvens, oferecendo aos hóspedes vistas dos picos cobertos de neve e uma experiência gastronômica surreal. O restaurante abriu logo após o término das filmagens do 007 de 1969, tornando o local uma verdadeira relíquia de Bond para fãs inveterados, mas também para aqueles que querem experimentar uma refeição em altitude rodeada por um incrível panorama de 360​​°.

Os pratos especiais incluem frios regionais e pratos de queijo, um espaguete especial e até uma subida grátis no seu aniversário. A rota do teleférico da montanha Schilthorn é facilmente acessada a partir da cidade suíça de Interlaken, onde você pode pegar um trem na estação. O trajeto do teleférico leva cerca de meia hora e passa a cada trinta minutos. A própria Interlaken pode ser alcançada de trem ou de carro a partir de qualquer grande cidade, incluindo Berna e Basileia.

Castelo Himeji, Japão

Reprodução Forbes
Reprodução Forbes

O castelo Himeji, no Japão, abriga ninjas no filme de James Bond. Construído no século 16, é um dos principais pontos turísticos do país

Filme: “007 – Só Se Vive Duas Vezes” (1967)

Construído no século 16, o Castelo Himeji é o maior castelo do Japão. É considerado um patrimônio da humanidade graças à sua preservação imaculada como um artefato da arquitetura de defesa japonesa. O local ocupado pelo castelo foi utilizado pela primeira vez para a construção de um forte militar em 1333, e chegou à forma atual no século 17.

Protegido da destruição em vários momentos, o terreno do castelo permanece como um dos locais mais visitados do Japão até hoje, consistindo em cerca de oitenta e três edifícios e um jardim japonês plantado no 100º aniversário da cidade de Himeji em 1992. A estrutura das paredes externas brancas e a forma da construção lembram uma garça gigante que se prepara para o voo, por isso o apelido de “Castelo da Garça Branca”.

O maravilhoso topo da colina serve como escola de treinamento de ninjas de Tiger Tanaka no quinto filme de James Bond, onde o próprio Bond busca treinamento de combate para enfrentar o vilão Blofeld. Himeji é acessível por trem a partir das principais cidades do Japão, incluindo Osaka; experimente visitar o castelo durante a temporada de floração das cerejeiras e leve para casa fotos impressionantes dos jardins do castelo emoldurados em rosa.

Ao longo das décadas, o mundo Bond atraiu um culto de seguidores que tem mais a ver com o espírito da série do que com o próprio enredo. De alguma forma, Bond nunca deixa de prevalecer diante do perigo, bem vestido e fala mansa o suficiente para se misturar com a elite, com uma agenda oculta sempre em mente. Não importa o ator, o personagem é um ícone, principalmente para quem cresceu acompanhando suas façanhas desde a década de 1960 até hoje.

As histórias por trás das locações mais conhecidas dos filmes de Bond adicionam uma certa autenticidade ao reino fictício do Agente 007 do MI6. Se você acompanhou e gostou dos filmes, ficará arrepiado ao ver esses destinos na vida real, especialmente se puder conhecê-los por dentro. Deixe a realidade se misturar à magia do cinema enquanto você imagina como seria dar atenção à emoção do desconhecido.

Compartilhe esta publicação: