Connaught, de Londres, é eleito o melhor bar do mundo; Tan Tan é o único brasileiro na lista

Bar de São Paulo ficou na 87ª posição do ranking de 2021 divulgado nesta semana.

Karla Alindahao*
Compartilhe esta publicação:
Reprodução/Forbes
Reprodução/Forbes

Connaught Bar, em Londres, que ficou em primeiro lugar pela segunda vez consecutiva

Acessibilidade


Depois de dois anos devastadores para a indústria da hospitalidade, qualquer desculpa para levantar uma taça é bem-vinda. E a celebração (e anúncio) dos melhores bares do mundo em 2021 vai inspirar brindes comemorativos de Atenas a Zanzibar – passando por Londres, com a escolha do Connaught Bar como número 1 do mundo no prêmio The World’s 50 Best Bars, e por São Paulo, com o Tan Tan na 87º posição do ranking.

“Depois de consultar nossos professores, bartenders, donos de bares e nossos parceiros, o feedback impressionante foi que eles queriam que os prêmios fossem celebrados pessoalmente, reconhecer o trabalho árduo que todos realizaram no ano passado e para inspirar e incentivar o próximo estágio crucial de recuperação”, disse Mark Sansom, editor de conteúdo e porta-voz oficial dos 50 melhores bares do mundo. “Os prêmios deste ano serão um reconhecimento da resiliência e do trabalho árduo das equipes dos bares durante a pandemia e uma chance para eles se reunirem pessoalmente depois de meses e para alguns, anos, separados.”

LEIA TAMBÉM: Lista com 100 melhores restaurantes da América Latina tem 17 brasileiros

Thiago Bañares, chef do Tan Tan, foi à Londres para a comemoração e de lá falou à Forbes Brasil. Apesar de a casa já ter sido incluída em agosto de 2021 no guia “50 Best Discovery”, que lista bares e restaurantes recomendados pelo World’s 50 Best, ele se disse surpreendido por aparecer entre os 100 melhores do mundo. “A gente passou um ano muito difícil e eu senti que todo aquele trabalho que eu tinha feito lá atrás não foi perdido.” Com o mixologista Alex Mesquita, Thiago criou uma carta de drinques simples, direta, acompanhando tendências internacionais, mas com identidade própria – que inclui referências à cultura japonesa e técnicas de cozinha aplicadas à coquetelaria. Dois exemplos: um coquetel com óleo de gergelim e outro com bitter extraído de katsuobushi (peixe seco).

Agostino Perrone – o diretor de mixologia do Connaught Bar – tem dois motivos para comemorar este ano: o bar londrino conquistou o primeiro lugar pela segunda vez consecutiva, tornando-se o melhor bar da Europa. “Ainda parece irreal … é algo que você faz para viver e você acorda de manhã e tenta ser uma pessoa melhor”, disse Perrone. “Temos muito orgulho do que fazemos. Às vezes, as palavras não saem dos lábios, mas o coração está batendo muito rápido no momento.”

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Juntando-se ao Connaught entre os vencedores da cidade estão outros dois: Tāyer + Elementary (No. 2) e Kwānt (No. 31) – uma queda dramática dos oito homenageados de Londres do ano passado.

Mas, enquanto Londres tem dois dos melhores bares da Europa, a Espanha dominou o continente com quatro entradas: Paradiso (No. 3), Two Schmucks (No. 11), Salmon Guru (No. 24), e Sips (No. 27).

Veja fotos do Tan Tan e de outros bares da lista:

  • Ambiente do Tan Tan, em São Paulo (Divulgação)

  • O chef Thiago Bañares e o mixologista Alex Mesquita, do Tan Tan (Tati Frison/Divulgação)

  • Gyoza de porco do Tan Tan (Tati Frison/Divulgação)

  • Drinque Endless Love, do Tan Tan (Tati Frison/Divulgação)

  • A Licorería Limantour, na Cidade do México, ocupa a 6ª posição mundial e é também o melhor bar da América do Norte (Reprodução Forbes)

  • O Katana Kitten, em Nova York, continua sua escalada e agora está em 10º lugar – oito posições acima do ano passado (Reprodução Forbes)

  • O Maybe Sammy, de Sidney, é o 22º do mundo e o melhor bar da Austrália e Ásia (Reprodução Forbes)

  • O Dante, de Nova York, desceu do 2º lugar em 2020 para 30º lugar neste ano (Reprodução Forbes)

Ambiente do Tan Tan, em São Paulo (Divulgação)

Em uma reviravolta surpreendente, a Cidade do México se superou na América do Norte com quatro vitórias massivas: Licorería Limantour (No. 6), Hanky ​​Panky (No. 12), Handshake Speakeasy (No. 25) e Baltra Bar (No. 38). Esta é a primeira vez que a cidade de Nova York é superada por outra no continente. Nova York, que tradicionalmente tem sido uma das melhores da lista, agora tem apenas três homenageados – contra cinco no ano passado: Katana Kitten (No. 10), Dante (No. 30) e Attaboy (No. 34).

Em termos de cidades, Cingapura é o vencedor geral com um total de seis bares na lista: Jigger & Pony (No. 9), Manhattan (No. 15), Atlas (No. 16), No Sleep Club (No. 26 ), MO Bar (No. 36) e Tippling Club (No. 43).

Além das seis vitórias de Cingapura, a Ásia ganha força em todo o mundo. Hong Kong tem três bares, incluindo o Coa (que é o melhor bar da Ásia na 7ª posição) – com o Japão e a Coreia ficando com três e um, respectivamente. Além disso, o Sidecar de Nova Délhi fez uma aparição na lista pela primeira vez desde 2010 na posição 47.

A Austrália continua forte, com três vencedores: Maybe Sammy (que é o melhor bar da Austrália e Ásia no 22º lugar), Cantina OK! (Nº 23) e Above Board (Nº 44).

Veja a lista dos 50 melhores bares do mundo em 2021:

1. Connaught Bar Londres, Reino Unido)
2. Tayēr + Elementary (Londres, Reino Unido)
3. Paradiso (Barcelona, Espanha)
4. The Clumsies (Atenas, Grécia)
5. Florería Atlántico (Buenos Aires, Argentina)
6. Licorería Limantour (Cidade do México, México)
7. Coa (Hong Kong, China)
8. El Copitas (São Petesburgo, Rússia)
9. Jigger & Pony (Cingapura)
10. Katana Kitten (Nova York, Estados Unidos)
11. Two Shmucks (Barcelona, Espanha)
12. Hanky Panky (Cidade do México, México)
13. Insider Bar (Moscou, Rússia)
14. Baba au Rum (Atenas, Grécia)
15. Manhattan (Cingapura)
16. Atlas (Cingapura)
17. Zuma (Dubai, Emirados Árabes Unidos)
18. The SG Club (Tóquio, Japão)
19. Drink Kong (Roma, Itália)
20. 1930 (Milão, Itália)
21. President (Buenos Aires, Argentina)
22. Maybe Sammy (Sidney, Austrália)
23. Cantina OK! (Sidney, Austrália)
24. Salmon Guru (Madri, Espanha)
25. Handshake Speakeasy (Cidade do México, México)
26. No Sleep Club (Cingapura)
27. Camperino in Galleria (Milão, Itália)
28. Café La Trova (Miami, Estados Unidos)
29. Little Red Door (Paris, França)
30. Dante (Nova York, Estados Unidos)
31. Kwānt (Londres, Reino Unido)
32. Bar Benfiddich (Tóquio, Japão)
33. Tres Monos (Buenos Aires, Argentina)
34. Attaboy (Nova York, Estados Unidos)
35. Lucy’s Flower Shop (Estocolmo, Suécia)
36. MO Bar (Cingapura)
37. Sips (Barcelona, Espanha)
38. Baltra Bar (Cidade do México, México)
39. Sober Company (Xangai, China)
40. Tjoget (Estocolmo, Suécia)
41. Epic (Xangai, China)
42. Charles H (Seul, Coréia do Sul)
43. Tippling Club (Cingapura)
44. Above Board (Melbourne, Austrália)
45. Galaxy Bar (Dubai, Emirados Árabes Unidos)
46. Re (Sidney, Austrália)
47. Sidecar (Nova Délhi, Índia)
48. Union Trading Company (Xangai, China)
49. DarkSide (Hong Kong, China)
50. Quinary (Hong Kong, China)

*com Mariana Weber

Compartilhe esta publicação: